TEMER SE RENDE A PRESSÃO

Temer cede à pressão para aprovar projeto de revisão das dívidas

Dessa maneira, os gastos com pessoal terceirizado não entrarão na conta

O governo do presidente interino, Michel Temer vai fazer o que for preciso para aprovar o projeto que determina a renegociação da dívida dos Estados com a União. Segundo a Folha de S. Paulo, o peemedebista vai ceder à pressão e flexibilizar a despesa com funcionários.

Dessa maneira, os gastos com pessoal terceirizado não entrarão na conta – assim como auxílio-moradia e outros benefícios não vão contar para os limites fixados pela LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal). Isso vai valer para órgãos como o Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunais de Contas estaduais.

Essa medida deve valer por um prazo de dez anos.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s