Ipiaú: Cobrança de taxa de esgoto no valor de 80% revolta moradores do Santa Rita

 
Valores são cobrados pelo serviços de esgotamento sanitário

Os moradores do bairro Santa Rita estão revoltados com o valor da taxa de esgoto cobrada pela embasa. As contas sofreram um acréscimo de 80% do valor normal. O aposentado Jasson Barbosa Souza disse ao GIRO que considera exagerado o valor da taxa cobrada pelos serviços de esgotamento sanitário. Ele pagava mensalmente o valor de pouco mais de 23 reais. Com a nova taxa, o valor da conta ficou acima dos 45 reais. “Eu acho que eles deveriam cobrar, mas que fosse uma taxa mínima e não esse valor absurdo”, reclamou o idoso.  O vizinho de Jasson também criticou. “A gente já tem dificuldades para pagar a taxa mínima e agora temos que pagar praticamente o dobro. Isso não tem cabimento algum”, disse Abinael Souza. Usuários do Residencial ACM também já foram comunicados da taxa que será cobrada.

 
Taxa de 80% é cobrado pela embasa (Foto:Giro em Ipiaú)

Segundo a embasa, a cobrança de tarifa de esgoto tem respaldo na Lei Nacional de Saneamento Básico n° 11.445 de 2007, regulamentada pelo decreto federal n° 7.217 de 2010. Na Bahia, a cobrança foi estabelecida pela Lei 7.307/98, regulamentada pelo Decreto Estadual n° 7.765, de 2000, sendo cobrado o percentual de 80% sobre o consumo de água para sistemas convencionais de esgotamento sanitário. A Justiça chegou a suspender a cobrança após ação movida pelo Ministério Público do Estado, mas o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) derrubou a decisão anterior. Com a sentença, a embasa ficou livre para poder cobrar a taxa de esgoto em até 80% da tarifa de água

Ipiaú: Vereadora Margareth diz que teve gabinete invadido no final de semana

A edil não informou se levaram algo do seu gabinete.

Durante sessão ordinária realizada na noite dessa terça-feira (30) na Câmara Municipal de Ipiaú, a vereadora Margareth Chaves (PP) surpreendeu os colegas ao comunicar que o seu gabinete teria sido arrombado no último final de semana. “Houve uma invasão no meu gabinete. A sala estava totalmente revirada, computador e ar-condicionado ligados, uma garrafa de água foi deixada em cima da mesa e os armários estavam abertos”, disse a vereadora. Ainda segundo Margareth, a invasão foi percebida por sua assessora na manhã de segunda-feira (29). A edil não informou se levaram algo do seu gabinete. Margareth solicitou as imagens do circuito interno da Câmara para identificar o invasor. Ela disse ainda que essa teria sido a segunda vez que a sua sala foi invadida. Estranhou aos demais vereadores, o fato da colega não ter acionado a polícia e comunicar a suposta invasão apenas na sessão dessa terça-feira. O presidente da Câmara, Jean Kleber afirmou que, de imediato, irá trocar todas as fechaduras das salas do prédio do legislativo municipal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s