NOTICIAS NO MUNDO

Explosão em mercado na cidade do presidente das Filipinas deixa mortos

Chefe de Estado estava no município, mas não ficou ferido.
Ao menos 10 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

Investigadores procuram pistas em meio às vítimas da explosão no mercado de Davao City (Foto: Manman Dejeto/AFP)Investigadores procuram pistas em meio às vítimas da explosão no mercado de Davao City (Foto: Manman Dejeto/AFP)

Uma explosão em um mercado na cidade natal do presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, matou ao menos dez pessoas e feriu dezenas nesta sexta-feira (2), afirmou um porta-voz do governo, acrescentando que as causas são desconhecidas.

Duterte estava em sua cidade, Davao, nesta sexta-feira, mas está a salvo em uma delegacia após a explosão, afirmou à Reuters seu filho Paolo Duterte, que é o vice-prefeito da cidade.

A explosão ocorreu em um mercado de rua em frente a um hotel de alto padrão. Um policial disse que ao menos 30 pessoas foram hospitalizadas.

O porta-voz presidencial Ernesto Abella disse à CNN que cerca de 60 pessoas ficaram feridas e 10 foram confirmadas mortas.

Oposição venezuelana denuncia prisão de prefeito após megaprotesto

Prefeito foi detido sem que se saibam os motivos, diz partido.
Polícia prendeu antichavistas acusando-os de planejar atos violentos.

Manifestantes com bandeira da Venezuela tomam ruas de Caracas em protesto contra Nicolas Maduro (Foto: Federico Parra / AFP)Manifestantes com bandeira da Venezuela tomam ruas de Caracas em protesto contra Nicolas Maduro (Foto: Federico Parra / AFP)

A oposição venezuelana denunciou nesta sexta-feira (2) a prisão de um de seus prefeitos um dia depois da megamanifestação contra o governo de Nicolás Maduro, que deteve nos últimos dias vários dirigentes antichavistas, acusando-os de planejar atos violentos.

Delson Guarate, prefeito do município Mario Briceño Iragorry, no estado de Aragua (centro), foi detido na manhã desta sexta por agentes do Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin, polícia política) sem que sejam conhecidos os motivos, denunciou o Partido Vontade Popular.

A oposição venezuelana colocou na quinta-feira um milhão de pessoas nas ruas de Caracas, em um protesto histórico pela realização do referendo revogatório do mandato do presidente Maduro.

O dia de protesto foi encerrado com um panelaço em Caracas e outras cidades do país, que incluiu a queima de fogos.

Segundo o instituto Datanálisis, oito em cada dez venezuelanos querem a mudança de governo.

Passando para a ofensiva, os chavistas realizaram uma mobilização, também nesta quinta-feira, que chamaram de “Tomada da Venezuela” para “defender a revolução”.

“Hoje derrotamos o golpe de Estado (…), fracassaram mais uma vez, a vitória é nossa”, disse Maduro do palanque, afirmando que o protesto opositor não reuniu mais de “25.000 a 30.000” participantes.

Tempestade Hermine atinge Geórgia após deixar um morto na Flórida

Sem teto morreu ao ser atingido por árvore no condado de Marion.
Tempestade também 235 mil pessoas sem eletricidade no estado da Flórida;

Melvin Gatlin Jr. observa nesta sexta-feira (2) estragos causados por tempestade no quintal da casa de seu pai em Valdosta, na Geórgia (Foto: Russ Bynum/AP)Melvin Gatlin Jr. observa nesta sexta-feira (2) estragos causados por tempestade no quintal da casa de seu pai em Valdosta, na Geórgia (Foto: Russ Bynum/AP)

A tempestade tropical Hermine, que tocou terra na madrugada desta sexta-feira (2) como furacão, entrou no estado da Geórgia em seu avanço em direção à costa atlântica dos Estados Unidos depois de deixar um morto e 235 mil pessoas sem eletricidade na Flórida.

Em uma coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (2), o governador da Flórida, Rick Scott, disse que “um homem sem teto foi atingido por uma árvore no condado de Marion (centro) e morreu”.

Não há relatos de feridos, acrescentou, mas 235.000 clientes estão sem eletricidade no norte do estado, que agora está lidando com as inundações e a queda de árvores, galhos, postes de luz e escombros.

“Afastem-se das águas paradas, especialmente perto dos cabos de eletricidade”, alertou o governador, pedindo à população que permaneça em suas casas.

As escolas e repartições públicas permaneciam fechadas nesta sexta-feira no norte do estado, onde já começavam os trabalhos de limpeza e remoções das árvores e postes caídos.

Hermine tocou terra como furacão de categoria um à 01h30 local (02h30 de Brasília) desta sexta-feira perto de St. Marks, ao sul de Tallahassee – capital da Flórida.

Na madrugada desta sexta-feira, ventos de 110 km/h e fortes precipitações provocaram inundações e cortes de energia no nordeste rural do estado.

Em Carrabelle, a ressaca do mar deixou as docas debaixo d’água e inundou as casas da costa. Imagens de vídeo mostravam fortes ondas, ventos em todas as direções e explosões de postes de eletricidade.

Mas a tempestade não chegou com a força esperada pelos moradores. “Não foi tão ruim quanto eu esperava”, disse Lomax Smith à filial local do canal Fox.

Degradada à tempestade tropical depois de ter se convertido no primeiro furacão a tocar a Flórida em 11 anos, o centro de Hermine se aproximava na manhã desta sexta-feira de Valdosta, no sul da Geórgia.

Hermine provocou estragos em Steinhatchee, na Flórida (Foto: Matt Stamey/The Gainesville Sun/ AP)Hermine provocou estragos em Steinhatchee, na Flórida (Foto: Matt Stamey/The Gainesville Sun/ AP)

A tempestade se desloca a nordeste a 22 km/h com ventos máximos sustentados de 95 km/h, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC), com sede em Miami.

Seu olho atravessará o sudeste da Geórgia nesta sexta-feira e percorrerá a costa das Carolinas durante a noite para sair em direção ao Atlântico no sábado.

Geórgia e Carolina do Norte declararam estado de emergência.

– Risco de vida -As autoridades de vários condados da Flórida emitiram ordens de evacuação para os moradores da costa e das zonas baixas.

“Isso gera riscos de vida”, havia alertado Rick Scott à imprensa na quinta-feira, convocando os moradores a levar a sério as advertências.

Na manhã desta sexta-feira, Scott anunciou o cancelamento de todos os alertas de tornado emitidos durante a noite.

Mas, segundo o NHC, ainda é possível a formação de tornados no norte da Flórida e no sul da Geórgia.

As costas leste e oeste da Flórida, assim como todo o norte, ainda permanecem sob alerta de tempestade tropical.

O porta-voz do Pentágono, Jeff Davis, disse que foram ativados 100 efetivos da Guarda Nacional, que outros 6.000 permanecem em alerta no estado e que 34.000 estão prontos para ser mobilizados.

O presidente Barack Obama pediu a Craig Fugate, administrador da agência de gestão de emergências FEMA, “que o mantenha atualizado e alerta se houver alguma necessidade importante”, disse o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

Espera-se que Hermine deixe entre 12 e 25 cm de chuvas no sudeste dos Estados Unidos, com mais de 38 cm em zonas pontuais.

É o primeiro furacão a atingir a Flórida em 11 anos, depois de Wilma, em 2005. O último que tocou terra nos Estados Unidos foi Arthur em 2014, na Carolina do Norte.

Hermine é quarto furacão da temporada de tempestades no Atlântico – que vai de 1 de junho a 30 de novembro – depois de Alex, Earl e Gastón.

 

Governo do Uzbequistão confirma morte do presidente Islam Karimov

Presidente uzbeque, Islam Karimov, tinha sofrido AVC na semana passada.
Imprensa diz que enterro do líder acontece neste sábado em Samarkanda.

Islam Karimov, de 78 anos, teve derrame cerebral no sábado (Foto: Shamil Zhumatov/Reuters)Islam Karimov, de 78 anos, teve derrame cerebral no sábado (Foto: Shamil Zhumatov/Reuters)

O presidente do Uzbequistão, Islam Karimov, morreu em virtude das complicações de um acidente vascular cerebral. (AVC), anunciou nesta sexta-feira (2) oficialmente o governo dessa república centro-asiática.

O anúncio confirma assim as informações não oficiais que, desde a manhã desta sexta-feira, circulavam sobre a morte do líder de 78 anos, que passou quase três décadas no poder.

Todas as informações indicam que o enterro do líder uzbeque vai acontecer no sábado (3) em Samarkanda.

Karimov havia vencido em março de 2015 as eleições presidenciais pela quarta vez, com mais de 90% dos votos, em um processo eleitoral que recebeu críticas da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE).

‘Pokémon Go’ ‘por trás’ de 300 casos de polícia na Inglaterra e País de Gales

Levantamento obtido pela BBC mostra casos de roubos, brigas e até confusão em cemitério envolvendo jogadores ‘caçando’ personagens

Roubos, brigas e confusão em cemitérios: a Inglaterra e o País de Gales registraram, em um mês, 294 casos de polícia envolvendo jogo Pokémon Go.

Tanto representantes da polícia como da empresa responsável pelo game fizeram um apelo aos jogadores, para que obedeçam às leis ao sair para caçar os personagens.

Um levantamento obtido pela BBC mostrou que policiais estão tendo de lidar com queixas que variam do preocupante ao bizarro.

Em alguns casos, jogadores foram vítimas de crimes. Em outros, foram acusados de envolvimento em delitos.

Autoridades de Surrey, no sul da Inglaterra, disseram ter sido chamados para uma confusão que acabou descambando para briga entre 30 pessoas que jogavam Pokémon Go.

No País de Gales, policiais prenderam um homem que teria convidado crianças para irem caçar Pokémons na sua casa.

Em Cheshire, no oeste da Inglaterra, autoridades foram chamadas depois de um grupo de jovens ter supostamente pisoteado túmulos em um cemitério durante uma “caçada”.

Tanto representantes da polícia como da empresa responsável pelo game fizeram um apelo aos jogadores, para que eles obedeçam às leis ao sair para caçar os personagens

Em Manchester e em Londres, houve incidentes em que ladrões usaram o jogo como isca para atrair e distrair as vítimas, antes de roubar seus celulares.

Há muitos outros registros de roubos em que a vítima estava distraída jogando o aplicativo.

Autoridades também registraram incidentes em que crianças teriam atravessado ferrovias enquanto jogavam, e de motoristas flagrados usando o aplicativo ao dirigir.

Casos inusitados
Há vários incidentes em que não se revelam muitos detalhes como: “acidente de trânsito envolvendo Pokémon Go” ou “alguém que recebeu ofertas de favores sexuais”.

Em Surrey, nove carros teriam parado em um cruzamento para capturar os monstrinhos.

Também há casos mais bizarros, como o de uma mulher que ligou para polícia por temer que pokémons entrassem em sua casa.

A maioria das forças policiais ouvidas pela BBC não especificou quantas prisões foram realizadas, já que em vários casos as investigações ainda estão em andamento.

O sargento Neil Dewson-Shmyth disse que os números são “preocupantes”.

“Estamos cientes dos problemas que estão acontecendo na Grã-Bretanha e em outros países. Mas para mim, a mensagem principal é: não jogue enquanto estiver dirigindo. É um jogo divertido, mas jogue de forma segura e não ponha vidas em risco.’

Um porta-voz afirmou que a Niantic, empresa responsável pelo app, leva a sério a questão de “jogar seguro”.

“Recomendamos prestar atenção ao entorno e jogar junto com amigos ou parentes, especialmente quando se está explorando lugares que não conhece”, informou.

“Por favor, lembrem-se de se manterem em segurança e alertas o tempo todo. Não joguem ao dirigir, respeitem as leis e os locais que visitarem.”

Mesmo sem anúncio oficial, Uzbequistão prepara funeral de presidente

Presidente uzbeque, Islam Karimov, tinha sofrido AVC na semana passada.
Mídia afirma que enterro do líder acontecerá neste sábado em Samarkanda.

Operários fazem limpeza de área do cemitério central em Samarkand, no Uzbequistão, na quinta-feira (1) (Foto: News Agency Ferghana.Ru/AP)Operários fazem limpeza de área do cemitério central em Samarkand, no Uzbequistão, na quinta-feira (1) (Foto: News Agency Ferghana.Ru/AP)

Apesar de a morte do presidente do Uzbequistão, Islam Karimov, não ter sido anunciada oficialmente, os preparativos para o funeral em sua cidade natal, Samarkanda, estavam em andamento nesta sexta-feira (20).

Todas as informações indicam que o enterro do líder uzbeque, que governou a antiga república soviética durante 27 anos, vai acontecer no sábado (3) em Samarkanda.

As autoridades uzbeques ainda não fizeram um anúncio oficial de sua morte, mas o primeiro-ministro da Turquia, Binali Yilidirim, afirmou nesta sexta-feira, em Ancara, que Karimov, de 78 anos, morreu, e que “a República da Turquia compartilha dor e tristeza com o povo uzbeque”.

O conselho de ministros do Uzbequistão chegou a informar que Karimov estava em estado “crítico”, após sofrer “grave deterioração” de sua saúde nas últimas horas.

O presidente uzbeque estava hospitalizado desde o último sábado, depois que sofreu um acidente vascular cerebral.

Segundo o sistema internacional de informação para pilotos NOTAM, o aeroporto de Samarkanda estará fechado no sábado (3) para todos os voos, exceto aqueles que tenham permissão especial para aterrissar.

A agência digital “Fergana.news”, que insiste há quatro dias que o líder uzbeque já morreu, afirmou que o funeral do líder será no sábado, em Samarkanda, e que “um avião governamental com o corpo de Karimov já saiu de Tashkent”.

A mesma agência publicou nesta sexta-feira fotografias de trabalhos que estão sendo realizados em Samarkanda e que serviriam de preparação para o enterro.

O serviço em língua uzbeque da “Radio Free Europe/Radio Liberty” informou que o primeiro-ministro do Uzbequistão, Shavkat Mirziyoyev, se encontra na antiga capital imperial.

A emissora também assinalou que foram retiradas rapidamente todas as bandeiras que tinham sido colocadas em Tashkent, a capital do país, para o 25º aniversário da independência, que foi comemorado em 1º de setembro.

Karimov estava a mais de um quarto de século no poder no Uzbequistão, depois que venceu em março de 2015 as eleições presidenciais pela quarta vez, com mais de 90% dos votos, em um processo eleitoral que recebeu críticas da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE).

Islam Karimov, de 78 anos, teve derrame cerebral no sábado (Foto: Shamil Zhumatov/Reuters)Islam Karimov, de 78 anos, teve derrame cerebral no sábado (Foto: Shamil Zhumatov/Reuters)

Japonês usa golpes de caratê para afugentar urso após ataque

‘O urso era tão forte que me derrubou’, disse tsushi Aoki.
Ele foi atacado quando pescava tranquilamente em um rio.

Japonês usou golpes de caratê para afugentar urso após ataque (Foto: Reprodução)Japonês usou golpes de caratê para afugentar urso após ataque (Foto: Reprodução)

Um japonês que se deparou com um urso negro conseguiu afugentar o animal graças aos seus conhecimentos de caratê, informaram nesta sexta-feira (2) os meios de comunicação locais.

O homem de 63 anos estava na quinta-feira pescando tranquilamente em um rio em plena montanha quando foi atacado por um urso de aproximadamente 1,90 m de altura, explicou.

“O urso era tão forte que me derrubou”, explicou Atsushi Aoki à rede de televisão Tokyo Broadcasting System. “Eu me virei e me mordeu aqui”, acrescentou mostrando sua perna.

Em vez de fugir, o pescador adotou uma posição de ataque, com o punho direito estendido, e atingiu o animal como pôde. O urso saiu correndo.

“Disse-me ‘ou eu o mato, ou ele me mata'”, explicou Aoki à rede pública NHK.

O pescador voltou ao seu carro e se dirigiu a um hospital em Gunma, a noroeste de Tóquio, apesar dos vários ferimentos sofridos.

“Chegou por seus próprios meios ao hospital, sem esquecer seu botim de pesca”, explicou à AFP um policial.

No entanto as autoridades japonesas não recomendam as artes marciais em caso de encontro com um dos muitos ursos selvagens do arquipélago.

As recomendações são de carregar uma campainha presa à mochila para que o ruído afugente os animais e de evitar um contato visual se ficarem diante de um urso.

Quatro pessoas morreram durante o ano por ataques de ursos no Japão.

Trezentos civis são retirados de cidade rebelde na Síria

Medida faz parte de acordo entre Estado sírio e facções rebeldes.
Grupo tinha se refugiado para fugir dos combates entre exército e rebeldes.

Mais de 300 habitantes originários de Daraya, perto de Damasco, começaram a ser retirados nesta sexta-feira (2) pelo exército sírio de uma localidade vizinha rebelde (Foto: Louai Beshara/AFP)Mais de 300 habitantes originários de Daraya, perto de Damasco, começaram a ser retirados nesta sexta-feira (2) pelo exército sírio de uma localidade vizinha rebelde (Foto: Louai Beshara/AFP)

Mais de 300 habitantes originários de Daraya, perto de Damasco, começaram a ser retirados nesta sexta-feira (2) pelo exército sírio de uma localidade vizinha rebelde, onde se refugiaram para fugir dos combates.

A medida foi tomada “no âmbito do acordo entre o Estado sírio e facções rebeldes”, segundo a televisão síria.

O acordo prevê a evacuação de milhares de rebeldes e civis de Daraya, uma das primeiras localidades a se rebelar contra o regime de Bashar al-Assad, e que foi submetida durante quatro anos a um impiedoso cerco, com incessantes bombardeios.

Daraya foi retomada totalmente no sábado passado pelo exército sírio.

Em sua maioria mulheres e crianças, as pessoas evacuadas caminharam até a saída de Muadamiyat al-Sham, onde viviam há três anos.

Ali eram esperadas por oito ônibus para ser transportadas a um centro de acolhida temporário na província de Damasco, segundo um fotógrafo da AFP.

Na quinta-feira, o enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, criticou a estratégia de evacuação forçada praticada pelo regime sírio em locais como Daraya.

“Compartilho seu medo em relação ao fato de que depois de Daraya nos arriscamos a ter outras Darayas”, disse De Mistura aos jornalistas após o fim de uma reunião em Genebra do grupo de trabalho sobre a ajuda humanitária à Síria.

A evacuação de Daraya constitui o segundo acordo deste tipo entre o regime e os rebeldes depois do de Homs (centro), “capital da revolução”, onde o regime utilizou a mesma tática de sitiá-la e bombardeá-la intensamente até que os rebeldes aceitaram abandonar seu reduto na cidade velha, em 2014.

Desde o início da revolta contra o regime de Damasco, em março de 2011, a guerra deixou mais de 290.000 mortos e obrigou milhares de pessoas a abandonar seus lares. A trégua é violada frequentemente desde abril e as negociações de paz encontram-se em ponto morto.

Temer diz que turbulência política no Brasil é ‘página virada’

Presidente deu a declaração na China, onde participará de reunião do G20.
Nesta sexta-feira (2), ele teve encontro com o presidente Xi Jinping.

O presidente Michel Temer se reúne com o presidente chinês Xi Jinping em Xangai (Foto: Beto Barata / Presidência)O presidente Michel Temer se reúne com o presidente chinês Xi Jinping em Xangai (Foto: Beto Barata / Presidência)

O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira (2), durante viagem oficial à China, que as trubulências políticas e econômicas no Brasil são “página virada”, segundo relatou a agência France Press.

“Sofremos turbulências políticas e econômicas, recessão, mas esta página já foi virada”, afirmou Temer à imprensa que a acompanha a comitiva brasileira.

Ele deu a declaração em Xangai, onde se reuniu com o presidente chinês Xi Jinping e com o prefeito da cidade. A reunião de cúpula dos 20 países mais ricos do mundo será na cidade chinesa de Hangzhou.

“O Brasil deixa resolutamente para trás toda a instabilidade econômica e política que sofreu nos últimos anos”, continuou Temer.

Mais cedo, o presidente e a comitiva brasileira participaram de um encontro entre empresários chineses e brasileiros. Os empresários da China anunciaram investimentos de mais de R$ 10 bilhões no Brasil nos próximos anos. Entre esses investimentos estão a construção de projetos siderúrgicos no Maranhão, compra de aviões da Embraer e obras de melhoramento da infraestrutura do setor agrícola.

No discurso no evento com empresários chineses e brasileiros, Temer destacou que essa é sua primeira missão oficial como presidente efetivado, disse que os indicadores econômicos no Brasil estão melhorando e que o país vai superar a crise.

Depois, para jornalistas, ele afirmou que a manutenção do direito da ex-presidente Dilma Rousseff ocupar cargo público, garantida por decisão do Senado, agora passa a ser uma questão da Justiça, e não mais da esfera política.

Xi Jinping
No encontro com Temer, o presidente chinês comentou a relação de parceria com o Brasil e disse que a China confia na estabilidade política no país.

“A China possui grande confiança nas perspectivas de desenvolvimento do Brasil, assim como confiança na cooperação entre China e Brasil”, disse Xi Jinping. “Devemos seguir nos tratando como parceiros em desenvolvimento e fortalecer a cooperação, e tornar a cooperação China-Brasil um destaque em unidade e relações de cooperação entre países em desenvolvimento”, complementou.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s