Saúde

Exercícios aumentam probabilidade de sobreviver após enfarte

A prática de exercícios físicos ao longo da vida aumenta em 40% a probabilidade de uma pessoa sobreviver a um enfarte. Esta é a conclusão de um estudo da Universidade John Hopkins, publicado no jornal especializado Mayo Clinic Proceedings. Segundo a pesquisa – que contou com a participação de cientistas do Sistema de Saúde Henry Ford, também nos Estados Unidos – quanto maior for a escala de aptidão da pessoa, maior é a probabilidade de sobreviver a um ataque cardíaco.
O estudo – Para a investigação, foram analisados 70.000 pacientes, que realizaram, entre 1991 e 2009, um teste ergométrico. Do total, os cientistas focaram numa amostra de 2.061, que corresponde ao número de participantes que sofreram um ataque cardíaco após o teste. Para medir a aptidão física dos participantes, os investigadores recorrem ao equivalente metabólico, que varia de um (sentado) a 12 (corrida). Nesta escala inclui-se ainda números referentes à caminhada, à corrida e ao salto à corda, outras atividades cardiovasculares. Depois de cruzarem os dados, os investigadores norte-americanos concluíram que os pacientes com melhor pontuação (entre 10 a 12) tinham uma maior probabilidade (40%) de sobreviver um ano após o ataque cardíaco.
Exercício e coração – Um estudo da Universidade de Newcastle comprovou, no ano passado, que um regime de sessões curtas mas de exercício intenso conseguem reparar danos relacionados com o sistema cardíaco em apenas 12 semanas. Também em 2015, uma investigação do Centro de Cancro de Vanderbilt-Ingram, em Nashville (Estados Unidos) revelou que a atividade física na adolescência é crucial para a boa saúde na idade adulta. (N. ao Minuto)

20 dicas que os homens precisam saber

Atenção meninos! 
Prestem atenção nas dicas abaixo… são básicas, mas de grande importância. De nada!
1. Somos curiosas, então não joguem indiretas e deixem o assunto no ar… fineza, concluir!
2. Não tentem explicar uma traição para uma mulher… no manual dela, esta é uma situação que não tem explicação, nem desculpas.
3. Aprendam que adoramos elogios… sempre e em qualquer situação.
4. Homens que vivem de dieta são chatos… tem que ser saudável, mas não neurótico.
5. Jeans e camiseta branca, sempre será um look sucesso.
6. Gostamos de naturalidade, portanto não queiram parecer inteligentes demais, competentes demais ou exibidos demais.
7. Queremos saber sobre vocês, mas odiamos homens que só falam de si mesmo e se elogiam o tempo inteiro.
8. Também listamos os homens como “pra casar” e “só pra pegar”.
9. Cueca tem que ser branca, preta, cinza ou de cores neutras… vermelha só se ela pedir, ok?
10. Adoraaaaamos beijar.
11. Sempre vamos gostar de receber flores… isso não muda. Principalmente fora de datas especiais. Surpreenda!
12. Mulheres fingem orgasmo, isso é fato… depois dos 30 elas ficam bem mais sinceras.
13. Da mesma forma que vocês, babamos por um corpo bonito… mas os músculos precisam ser na medida certa. Sem exageros!
14. Homem que não se cuida, é feio… não gostamos de desleixados.
15. Se você não é um Cauã Reymond, entenda que não será tão fácil conseguir uma Grazi Massafera. Aceita que dói menos.
16. Adoramos homens decididos que já sabem onde nos levar para jantar.
17. Carinho faz parte das nossas necessidades básicas, então parem de nos chamar de carentes e façam o seu trabalho: cafuné, beijinhos e abraços, ganham pontos.
18. Quando temos algum problema, queremos ser ouvidas e entendidas… usar expressões como: “que besteira” ou “ta sofrendo por isso?”, fará você parecer um idiota sem sentimentos.
19. Também não achamos que DR é a melhor coisa do mundo, mas a comunicação é uma ferramenta essencial em qualquer convivência. Nenhuma relação sobrevive a: “depois falamos sobre isso”, “não quero discutir esse assunto” ou “amanhã esclarecemos tudo”.
20. Consideramos o respeito como algo fundamental! Não importa se você é marido, namorado ou ficante… um cavalheiro sabe como não pisar nos sentimentos de uma mulher.

Doze causas da dor durante as relações sexuais

Tem dores durante a relação sexual? Saiba o que pode ser.A revista Cosmopolitan consultou o ginecologista Francis Helber, de São Paulo, para entender as causas possíveis da dor que algumas pessoas sentem durante o ato sexual. Eis doze possibilidades:

1. Tomar anticoncepcionais. As hormonas reduzem a sua lubrificação, por isso a vagina fica naturalmente mais seca. Para ter mais conforto durante a relação sexual pode usar lubrificantes.
2. Escassez de preliminares. Além de ajudarem a criar um ambiente propício para o sexo, é neste momento que o corpo vai produzir naturalmente a lubrificação. Para evitar dores durante a penetração não ‘pule’ esta parte.
3. Infecção fúngica. Este tipo de infecção provoca mais coceira do que dor, mas como altera o PH da vagina pode inflamar o tecido vaginal e provocar dor durante a penetração. Não tenha relações sexuais até a infecção passar.
4. Clamídia. Esta doença sexualmente transmissível pode provocar inflamação e cicatrizes que tornam o sexo desconfortável. Além disso, é uma doença que pode passar despercebida uma vez que não apresenta sintomas. Consulte um médico e faça o teste – e até lá pare de ter relações sexuais.
5. Se está inchada. Se está com prisão de ventre ou com o período menstrual quase aparecendo é provável que fique mais inchada e que o sexo se torne desconfortável. Beba muita água e urine antes de fazer sexo.
6. A posição não está agradável. A inclinação do útero pode afetar o seu nível de conforto durante o sexo. Mude de posição, tente ficar por cima, para ter mais controle em termos de profundidade e ângulo de penetração.
7. Endometriose. É quando as células que normalmente revestem o útero (responsáveis pelo sangramento durante a menstruação) começam a crescer noutros locais – como nas trompas. No caso da endometriose, o sintoma durante o sexo é uma dor dentro da barriga. Consulte o seu médico para que ele possa fazer o diagnóstico e aconselhar o melhor tratamento.
8. Se está grávida. Quanto mais próxima estiver a data do parto, mais pesado o útero fica – deitada, o peso pode comprimir um grande vaso sanguíneo provocando desconforto e dores. Evite deitar-se de barriga para cima, especialmente durante o sexo.
9. Se faz spinning. A sua aula de spinning pode estar fazendo pressão sobre os nervos da vulva, que pode provocar desconforto ou dor na hora do sexo – especialmente se você se senta de forma incorreta na bicicleta. Use um banco ou shorts leves para aliviar a pressão.
10. Se está amamentando. A amamentação diminui os níveis de estrogênio e faz com que os tecidos vaginais fiquem mais delicados. Use um lubrificante durante o sexo.
11. Vaginismo. Este espasmo ou aperto involuntário dos músculos vaginais torna a penetração dolorosa, se não impossível. “O tratamento geralmente é feito através de terapias, quando o trauma é psicológico”, por isso é sempre aconselhável procurar um médico, destaca o Dr. Francis Helber.
12. Se a última relação sexual foi muito ‘agressiva’. Quando o sexo é mais agressivo do que o normal a sua vagina pode sofrer as consequências, deixando-a muito sensível para a próxima relação. Faça uma pequena pausa nas relações sexuais até melhorar e não se esqueça do lubrificante.

Segurança Pública

Brasil tem mais mortes violentas do que a Síria em guerra

Os dados, divulgados hoje (28), são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública

O Brasil registrou mais mortes violentas de 2011 a 2015 do que a Síria, país em guerra, em igual período. Os dados, divulgados hoje (28), são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Foram 278.839 ocorrências de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenção policial no Brasil, de janeiro de 2011 a dezembro de 2015, frente a 256.124 mortes violentas na Síria, entre março de 2011 a dezembro de 2015, de acordo com o Observatório de Direitos Humanos da Síria.

“Enquanto o mundo está discutindo como evitar a tragédia que tem ocorrido em Alepo, em Damasco e várias outras cidades, no Brasil a gente faz de conta que o problema não existe. Ou, no fundo, a gente acha que é um problema é menor. Estamos revelando que a gente teima em não assumi-lo como prioridade nacional”, destacou o diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima.

Apenas em 2015, foram mortos violentamente e intencionalmente 58.383 brasileiros, resultado que representa uma pessoa assassinada no país a cada 9 minutos, ou cerca de 160 mortos por dia. Foram 28,6 pessoas vítimas a cada grupo de 100 mil brasileiros. No entanto, em comparação a 2014 (59.086), o número de mortes violentas sofreu redução de 1,2%. “A retração de 1,2% não deixa de ser uma retração, mas em um patamar muito elevado, é uma oscilação natural, de um número tão elevado assim”, ressaltou Lima.

Das 58.383 mortes violentas no Brasil em 2015, 52.570 foram causadas por homicídios (queda de 1,7% em relação a 2014); 2.307 por latrocínios (aumento de 7,8%); 761 por lesão corporal seguida de morte (diminuição de 20,2%) e 3.345 por intervenção policial (elevação de 6,3%).

Estados

Sergipe, com 57,3 mortes violentas intencionais a cada grupo de 100 mil pessoas, é o estado mais violento do Brasil, seguido por Alagoas (50,8 mortes para cada grupo de 100 mil) e o Rio Grande do Norte (48,6). Os estados que registraram as menores taxas de mortes violentas intencionais foram São Paulo (11,7 a cada 100 mil pessoas), Santa Catarina (14,3) e Roraima (18,2).

“Os estados em que as mortes crescem, com exceção de Pernambuco, são os que não têm programa de redução de homicídios. Você percebe que quando há política pública, quando você prioriza o problema, são conseguidos alguns resultados positivos”, disse Lima.

As unidades da Federação que mais aumentaram o número de mortes violentas foram o Rio Grande do Norte (elevação de 39,1%), Amazonas (19,6%), e Sergipe (18,2%). Os que mais diminuíram foram Alagoas (queda de 20,8%), o Distrito Federal (-13%), e o Rio de Janeiro (-12,9%).

“Alagoas, estado que mais reduziu o número de mortes, é um caso muito interessante. É o único que tem um programa, em parceria inclusive com o governo federal, há alguns anos. Uma parceria que envolve não só a Força Nacional, mas outras dimensões de equipamentos. O estado que tem integração formal de diferentes entes da Federação é aquele que conseguiu reduzir com mais intensidade”, disse Lima.

De acordo com o diretor-presidente do fórum, a grande maioria dos oito estados que têm programas de redução de homicídios teve diminuição no número de mortes violentas: Alagoas (-20,8%), Bahia (-0,9%), Ceará (-9,2%), Distrito Federal (-13%), Espírito Santo (-10,7%), Pernambuco (+12,4%), Rio de Janeiro (-12,9%), e São Paulo (-11,4%).

Letalidade policial

De acordo com o anuário, a cada dia, pelo menos 9 pessoas foram mortas por policiais no Brasil em 2015, resultando num total de 3.345 pessoas, ou uma taxa de 1,6 morte a cada grupo de 100 mil pessoas. O número é 6,3% superior ao registrado no ano anterior. São Paulo foi o estado com o maior número de pessoas mortas por policiais em 2015: 848. As maiores taxas de letalidade policial registradas no último ano foram nos estados do Amapá (5 para cada grupo de 100 mil pessoas), Rio de Janeiro (3,9) e de Alagoas (2,9). Considerando-se os números absolutos, São Paulo e o Rio de Janeiro concentram sozinhos 1.493 mortes decorrentes de intervenções policiais, ou 45% do total registrado no país.

A taxa brasileira de letalidade policial (1,6) supera a de países como Honduras (1,2) e África do Sul (1,1). “Isso demonstra um padrão de atuação que precisa ser revisto urgentemente. Esse padrão faz com que você tenha [no Brasil] o número de pessoas mortas por intervenção policial como o mais alto do mundo. Nossa taxa de letalidade policial é maior do que a de Honduras, que é considerado o país mais violento em termos proporcionais, em termos de taxa, do mundo”.

“Esse é um problema que continua muito sério no país e não está submetido especificamente à dimensão dessa nova realidade, seja a lei de terrorismo ou outras questões. Mas estamos com um problema muito agudo do padrão de trabalho das polícias”, destacou Lima.

O total de policiais vítimas de homicídios em serviço e fora do horário do expediente também é elevado no Brasil. Em 2015, foram mortos 393 policiais, 16 a menos do que no ano anterior. Proporcionalmente, os policiais brasileiros são três vezes mais assassinados fora do horário de trabalho do que no serviço: foram 103 mortos durante o expediente (crescimento de 30,4% em relação a 2014) e 290 fora (queda de 12,1% em relação a 2014), geralmente em situações de reação a roubo (latrocínio).

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que está em sua 10ª edição, será lançado no dia 3 de novembro pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Noticias da Bahia

Em seis dias, polícia brasileira mata o mesmo que a britânica em 25 anos

Foto: Getty Images
Uma média de nove pessoas morre diariamente por causa de ações policiais no Brasil, segundo dados do 10º Anuário de Segurança Pública. De acordo com a Folha de S. Paulo, quando os números são comparados com a realidade de países europeus, fica evidenciada a letalidade da polícia brasileira. Conforme levantamento feito pelo jornal britânico Guardian em 2015, foram registrados 55 disparos fatais na Inglaterra e no País de Gales entre 1990 e 2014, numa população de 56 milhões de pessoas. Em seis dias, a polícia brasileira mata o mesmo que a britânica em 25 anos. Na Islândia, ilha do norte europeu, apenas uma pessoa morreu  nos últimos 72 anos por disparo policial. Segundo os estudos de Paul Hirschfield, professor de sociologia na Universidade Rutgers (EUA), uma das explicações para a baixa mortalidade por disparos policiais na Europa se deve ao fato de que parte das forças de segurança não estão armadas nesse continente. “A polícia é forçada a encontrar saídas não letais, o que lhe dá mais legitimidade”, afirma o especialista. No Brasil, os policiais também são alvos de assassinatos. Segundo o anuário, elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, ao menos um é morto diariamente durante o expediente ou fora dele.
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 19:00

CCB: Estrutura no nível 33 corre risco de desabar; governo contrata engenheiro

por Luana Ribeiro

CCB: Estrutura no nível 33 corre risco de desabar; governo contrata engenheiro

Foto: Leitor BN
A estrutura metálica do nível 33 do Centro de Convenções, onde ocorreu um desabamento parcial no dia 23 de setembro (veja aqui), ainda apresenta perigo de desabamento. Diante do risco, o governo contratou o engenheiro civil Carlos Emílio Meneses Strauch, autor do projeto estrutural do Centro de Convenções, na década de 1970, para elaborar os procedimentos para a retirada dos escombros do local e a demolição da estrutura metálica que permanece no pavimento. O resumo do contrato por inexigibilidade de licitação, no valor de R$ 100 mil, foi publicado nesta sexta-feira (28) no Diário Oficial do Estado. O prazo para o serviço é de 90 dias a partir da assinatura do contrato, o que ocorreu nesta quinta (27). O desabamento parcial aconteceu durante as obras de reforma do Centro de Convenções, que estava previsto para ser reaberto em dezembro, após ficar fechado por 1 ano e quatro meses. Dois policiais ficaram feridos (clique aqui). Os trabalhos no nível 33 tinham como objetivo de substituir 21 tirantes em estado avançado de corrosão (saiba mais), que comprometiam a estabilidade do trecho estrutural do nível do prédio. As obras eram executadas pela Metro Engenharia, mas em parecer elaborado por Strauch, a empresa foi eximida da responsabilidade sobre o sinistro. “A Metro não teve nenhuma responsabilidade no ocorrido e isto só ocorreu devido ao adiantado grau de oxidação das ligações dos tirantes originais com as vigas do nível 33”, explicou o engenheiro, no documento. Até o desabamento, foram gastos R$ 7,8 milhões em toda a reforma, que incluía outras intervenções. Após a ocorrência, o governo decidiu demolir o prédio (clique aqui) – a pretensão ainda não foi confirmada e o local onde será feita a reconstrução ainda não foi definido
Defesa de Lula processa delegado que o associou a ‘Amigo’ das planilhas da Odebrecht

Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula
A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva processou o delegado da Polícia Federal, Felipe Hille Pace, por danos morais. No processo, os advogados pedem que Pace seja condenado e pague R$ 100 mil em indenização por ter afirmado, no indiciamento do ex-ministro Antonio Palocci, que o codinome “Amigo” nas planilhas de pagamento de propina da Odebrecht refere-se a Lula. Ele, entretanto, não é o delegado responsável pela apuração de supostos crimes cometidos pelo ex-presidente. “Protocolamos na data de hoje, na condição de advogados do ex-Presidente Luiz Inacio Lula da Silva, ação de reparação de danos morais contra o Delegado de Polícia Federal Filipe Hille Pace, em virtude de afirmação ofensiva e mentirosa por ele lançada sobre o nosso cliente em relatório relativo a inquérito policial no qual ele não figura como investigado”, afirmaram, em nota, os advogados de Lula. Na avaliação da defesa, o objetivo do delegado era causar prejuízo à imagem e à reputação de Lula. “Assim, na busca da fama instantânea, usou do cargo e da função para emitir um juízo negativo contra o autor [da ação, Lula], sem qualquer base e fora de suas atribuições funcionais”, escreveram os advogados.
Ministro do STF defende modificações no foro privilegiado com criação de vara

Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso e o juiz Marlon Reis defenderam modificações no foro privilegiado nesta quarta-feira (26) em reunião com senadores que integram a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Os magistrados sugeriram a criação de uma vara especializada em Brasília, que seria formada por um juiz principal e auxiliares para cuidar dos casos das entidades que possuem o foro privilegiado. O presidente da CCJ, José Maranhão (PMDB-PB) afirmou que irá se empenhar para acelerar a tramitação da PEC que trata do assunto.
Monte Santo: Vereador reeleito foi preso em flagrante com carro roubado em São Paulo

Foto: Reprodução / Blog do Valente
Um vereador reeleito na cidade de Monte Santo foi preso em flagrante em São Paulo, a bordo de um carro roubado. Ernesto de Santana (SD) foi preso na semana passada na cidade de Taboão da Serra. No momento da prisão ele tentava passar pelo pedágio, no município de Vargem, localizado no interior do Estado. O vereador estava acompanhado do seu motorista e declarou que comprou o carro por R$ 10 mil, enquanto o valor real de mercado seria R$ 60 mil. De acordo com o Blog do Valente, existia uma queixa registrada pelo roubo do veículo, por isso ele teria sido abordado no pedágio. O parlamentar declarou em depoimento que foi atraído pelo baixo valor do automóvel, e por isso teria viajado para outro Estado para realizar a compra. Ernesto foi preso em flagrante e irá responder por receptação de furto. Nas últimas eleições o vereador teve 815 votos no município da região do Sisal.
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 18:00

Força Nacional terá mais de 7 mil homens, diz nota conjunta dos 3 poderes

por Carla Araújo, Daiene Cardoso, Julia Lindner, Isabela Bonfim | Estadão Conteúdo

Força Nacional terá mais de 7 mil homens, diz nota conjunta dos 3 poderes

Foto: Reprodução/ glauciapaiva
Após o pronunciamento do presidente Michel Temer, a presidência da República, o Congresso, Judiciário, o Ministério Público Federal e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgaram uma nota conjunta para destacar os resultados da reunião de segurança pública realizada nesta sexta-feira (28) no Itamaraty. De acordo com o texto, o objetivo do encontro foi debater ideias e buscar soluções conjuntas para os desafios enfrentados em matéria de segurança pública no Brasil. “Durante a reunião, os participantes celebraram a eleição do Brasil para o Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas”, diz a nota. Conforme adiantado pelo presidente Temer, o texto oficial destaca que ficou acertado que as autoridades voltarão a se reunir periodicamente “para dar sequência concreta e prática ao acompanhamento e implantação das medidas” e que serão criados grupos de trabalhos, com metas, como adiantou o ministro da Defesa, Raul Jungmann. A nota diz ainda que “as mais altas autoridades da República partilharam seus diagnósticos e expressaram que o tratamento dos graves desafios na área de segurança pública é urgência inadiável e questão central da cidadania”. “A violência, que afeta a todos, pune, em especial, aqueles que mais necessitam da atenção do Estado”, afirmou. O texto conjunto destaca ainda que, diante das deficiências do sistema prisional, o Estado precisa agir. “A coordenação e a integração desses esforços permitirá, assim, a necessária otimização dos recursos financeiros, materiais e humanos empregados pelos três poderes no enfrentamento da criminalidade. A Força Nacional, só para exemplificar, terá, ao longo do tempo, mais de 7 mil homens”, diz o texto. Durante a reunião, foi analisada ainda a proposta do ministro da Justiça, Alexandre Moraes, de cooperação federativa em segurança pública. “A proposta apresentada, com acréscimos desta reunião, orienta-se por três eixos prioritários, a saber: (i) a redução de homicídios dolosos e da violência contra a mulher; (ii) a racionalização e a modernização do sistema penitenciário e (iii) o fortalecimento das fronteiras no combate aos crimes transnacionais, em especial narcotráfico, tráfico de armas, contrabando e tráfico de pessoas”. Como adiantou Jungmann no fim do encontro, o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros, disse na reunião que tomará providências investigatórias de organizações criminosas que teriam financiado campanhas nas eleições municipais. Segundo o ministro, Renan sugeriu a abertura de uma CPI para tratar o tema.
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 17:40

Governo desapropria áreas do Comércio para construção da ponte Salvador-Itaparica

por Luana Ribeiro / Rebeca Menezes

Governo desapropria áreas do Comércio para construção da ponte Salvador-Itaparica

Foto: Divulgação
O governo do estado publicou, nesta quinta-feira (28), a ordem de desapropriação de terras para a construção de acessos viários à ponte Salvador – Itaparica, além de modificações no projeto para incorporar mudanças no Sistema Viário Oeste (SVO), do qual a ponte faz parte. Os decretos foram assinados pelo governador em exercício, João Leão – que ocupa o cargo durante a vagem de Rui Costa à França. De acordo com a Secretaria do Planejamento (Seplan), o decreto n° 17.157 define pequenas áreas no bairro do Comércio, que serão utilizadas para a construção dos pilares da cabeceira soteropolitana da ponte e dos viadutos que farão a conexão da mesma com a rede viária de Salvador. Já o decreto n° 17.158 delimita as futuras faixas de domínio do novo sistema viário na Ilha, que compreenderá a duplicação da BA-001, sua transformação parcial em via urbana, e a construção de uma nova rodovia “variante”, que deverá absorver o tráfego de passagem no município de Vera Cruz. A Seplan informou que os decretos visam atender às demandas da comunidade da Ilha de Itaparica para adequar o projeto SVO às diretrizes estabelecidas pelos novos planos urbanísticos para Vera Cruz e Itaparica, principalmente àquelas definidas pela revisão dos PDDUs desses dois municípios. Ao todo, serão cerca de cinco milhões de metros quadrados distribuídos em 20 áreas da capital e do município de Vera Cruz. Apesar de ainda não haver definições sobre a forma de investimento da ponte – que deve ser desenvolvida por um modelo de Parceria Público-Privada (PPP), o governo informou que pretende instalar ao menos três pedágios no trecho (entenda aqui).
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 17:20

Segundo pai de santo é assassinado na Bahia em uma semana

Segundo pai de santo é assassinado na Bahia em uma semana

Um pai de santo que atuava em um terreiro de candomblé na cidade de Poções foi morto na noite desta quinta-feira (27).  De acordo com a Polícia Civil a vítima foi executada a tiros dentro do próprio veículo, por volta das 21h, no bairro Alto do Paraíso. O homem identificado como José Roberto Pereira Santos, era conhecido popularmente por ‘Zé Curador’ e tinha passagem na delegacia por tráfico de drogas. A polícia ainda não tem informações sobre a autoria e a motivação do crime. Este é o segundo caso de um babalorixá morto na mesma semana no Estado. Na quarta-feira (26) outro líder religioso foi morto a tiros em frente a um terreiro em Eunápolis (relembre aqui). Neste caso a polícia local também não soube informar a motivação do crime.
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 17:15

Lava Jato: MPF denuncia Antonio Palocci e Marcelo Odebrecht

Lava Jato: MPF denuncia Antonio Palocci e Marcelo Odebrecht

Foto: Renato Araújo / Agência Brasil
O ex-ministro dos governos Lula e Dilma, Antonio Palocci, foi denunciado nesta sexta-feira (28) pelo Ministério Público Federal (MPF) por corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. De acordo com o G1, o ex-presidente do Grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e Branislav Kontic, assessor do ex-ministro, além de outras 12 pessoas, também foram denunciadas. Na última segunda (24), Palocci já havia sido indiciado pela Polícia Federal (PF) por corrupção passiva (relembre). O ex-ministro foi preso no dia 26 de setembro pela 35ª fase da Operação Lava Jato. Ele está detido na carceragem da PF em Curitiba.
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 17:05

BAR FC: Rita Batista (Segundo Tempo) – Papo Catiguria

Rita Batista está de volta no 2º tempo do Papo Catiguria! Com o BAR FC, a apresentadora falou sobre carreira política, o momento esportivo mais importante que viveu e sobre a fama de Maria Chuteira. Confira!

Renan diz ter ‘orgulho’ de presidir Congresso com Cármen Lúcia no comando do STF

Foto: Marcos Corrêa / PR
Após troca de farpas com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), declarou após reunião nesta sexta-feira (28) para discutir a segurança pública no país ter “muito orgulho” de presidir o Congresso Nacional com a ministra à frente do STF. O afago pode ser interpretado como uma forma de apaziguar os ânimos entre os dois, quando, nos últimos dias, Renan fez críticas ao Judiciário que foram rebatidas por Cármen Lúcia. A animosidade começou quando Renan atacou a Operação Métis, que apura suposta tentativa de policiais do Senado de obstruir investigações de parlamentares na Operação Lava Jato. O peemedebista chegou a dizer que “juizeco” de primeira instância não pode, a qualquer momento, “atentar contra um poder”. Cármen rebateu as declarações de Renan pedindo “respeito” ao Poder Judiciário. “Aproveitei a oportunidade [da reunião] para dizer que tenho muito orgulho, é um orgulho que vou levar para a minha vida, de ser presidente do Congresso Nacional no exato momento em que Cármen Lúcia é presidente do Supremo Tribunal Federal”, disse Renan após a reunião. “Ela é, sem dúvida nenhuma, o exemplo do caráter que nós precisamos, que identifica o povo brasileiro”, concluiu o peemedebista. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, concedeu entrevista após a reunião e disse que o tom das conversas foi “extremamente amável e colaborativo”. A reunião desta sexta, no entanto, foi marcada por protesto de servidores da segurança pública do Distrito Federal. A manifestação levou à mudança da sala onde aconteceu o encontro. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Planalto. Os manifestantes usaram um boneco inflável do governador Rodrigo Rollemberg com nariz de Pinóquio, para protestar contra a política de reajuste na capital federal. Os servidores diziam que, enquanto se discute segurança nacional, eles estão “esquecidos”, “adoentados” e “mal remunerados”.
Grupo faz manifestação contra morte no Ogunjá e afeta trânsito

Foto: Google Street View
Cerca de 20 pessoas participam de uma manifestação na região do Ogunjá, em Salvador. De acordo com a Central de Telecomunicações da Polícias (Centel), o grupo informou que organizou o ato após a morte de um jovem que foi baleado. Os manifestantes fecharam com colchões a Rua Professor Aloísio de Carvalho Filho, em frente ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea-BA), e atearam fogo nos objetos. A Centel informou que não há registro de mortes no local, mas um homem foi baleado e socorrido por populares. A Transalvador ainda não foi informada sobre a manifestação, mas leitores do Bahia Notícias informaram que a manifestação causou engarrafamento na região.
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 16:40

Moro intima 10 delatores em ação contra Lula; Léo Pinheiro integra lista

por Julia Affonso, Mateus Coutinho, Ricardo Brandt e Fausto Macedo| Estadão Conteúdo

Moro intima 10 delatores em ação contra Lula; Léo Pinheiro integra lista

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
O juiz federal Sérgio Moro marcou, nesta sexta-feira (28), os depoimentos de 10 delatores, do ex-deputado Pedro Corrêa e do pecuarista José Carlos Bumlai como testemunhas de acusação em ação penal na qual é réu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O petista é acusado corrupção passiva e lavagem de dinheiro no esquema de cartel e propinas na Petrobras. A denúncia do Ministério Público Federal sustenta que ele recebeu R$ 3,7 milhões em benefício próprio – de um valor de R$ 87 milhões de corrupção – da empreiteira OAS, entre 2006 e 2012. As acusações contra Lula são relativas ao recebimento de vantagens ilícitas da empreiteira OAS por meio de um triplex no Guarujá, no litoral de São Paulo, e ao armazenamento de bens do acervo presidencial, mantidos pela Granero de 2011 a 2016. Além de Lula e sua mulher, viraram réus Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula, José Adelmário Pinheiro, o Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, Paulo Gordilho, arquiteto e ex-executivo da OAS, Agenor Franklin Magalhães Medeiros, ex-executivo da OAS, Fábio Hori Yonamine, ex-presidente da OAS Investimentos e Roberto Moreira Ferreira, ligado à OAS. O magistrado marcou para 21 de novembro, às 14h, a oitiva de quatro delatores: o empresário Augusto Ribeiro de Mendonça Neto, os executivos Dalton dos Santos Avancini e Eduardo Hermelino Leite, ligados à Camargo Corrêa, e o ex-senador Delcídio Amaral (ex-PT/MS). Dois dias depois, em 23 de novembro, no mesmo horário, estão programados os depoimentos de mais quatro delatores: o ex-deputado Pedro Corrêa, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, o ex-diretor da área Internacional da estatal Nestor Cerveró e o ex-gerente executivo da companhia Pedro Barusco. Pedro Corrêa assinou acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República. O contrato, no entanto, foi devolvido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e terá de passar por ajustes, em especial nos fatos relatados nos termos, para que seja reapresentado para homologação do ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato na Corte máxima. Em 25 de novembro, devem falar três delatores, o doleiro Alberto Youssef, o operador de propinas Fernando Antônio Falcão Soares, o Fernando Baiano, o lobista Milton Pascowitch e o pecuarista José Carlos Costa Marques Bumlai.
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 16:20

Bahia é o estado com mais crimes violentos no país, aponta ONG de segurança pública

por Guilherme Ferreira

Bahia é o estado com mais crimes violentos no país, aponta ONG de segurança pública

Foto: Marcelo Pinto
A Bahia foi apontada como o estado brasileiro com mais mortes violentas intencionais no ano de 2015. De acordo com dados divulgados nesta sexta-feira (28) pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, aconteceram 6.338 casos no ano passado. Apesar da liderança em números absolutos, a Bahia fica na sétima posição considerando o número de mortes por 100 mil habitantes, com taxa de 41,7. O Fórum Brasileiro de Segurança Pública é uma organização não-governamental que atua na área da atividade policial e da gestão da segurança pública. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) avaliou que divergências nas metodologias usadas pelas unidades federativas brasileiras “induzem a um erro grosseiro” na pesquisa. “Na Bahia, todas as ocorrências envolvendo mortes, independentemente da investigação ou elucidação, são considerados Crimes Violentos Letais Intencionais. O mesmo acontece com ocorrências que envolvem mais de uma vítima. Cada morte é considerada uma CVLI, diferente de outros estados que consideram chacinas como um crime único”, explica o comunicado. Na comparação com 2014, por outro lado, o estado apresenta melhora discreta. Há dois anos, o levantamento registrou 6.366 mortes violentas intencionais, também a maior marca do Brasil. A taxa por 100 mil habitantes era de 42,1, o que representa queda de 0,9% entre os dois anos. A categoria Mortes Violentas Intencionais corresponde à soma das vítimas de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenções policiais em serviço e fora. Um dos índices em que a Bahia apresentou melhora foi o número de policiais mortos em situações de confronto. Em 2014, foram registrados 30 casos, contra 19 no ano passado. o número considera as mortes em serviço e fora do serviço. Por outro lado, as mortes decorrentes de intervenção policial subiram de 278 para 299 no mesmo período. 
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 16:00

Brasil recicla 98% das latinhas de alumínio de bebidas

Brasil recicla 98% das latinhas de alumínio de bebidas

Foto: Divulgação / Abir
O índice de reciclagem das latinhas de alumínio de bebidas no Brasil atingiu 97,9% em 2015, com um total de 292,5 mil toneladas de latas recicladas, quase a totalidade das embalagens colocadas à venda. Os dados, divulgados nesta sexta-feira (28), são da Associação Brasileira do Alumínio (Abal) e da Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alta Reciclabilidade (Abralatas). De acordo com as duas entidades, somente na coleta da latinha foram injetados cerca de R$ 730 milhões na economia brasileira. “O valor equivale a quase um milhão de salários-mínimos por ano, confirmando a importância da reciclagem para a geração de emprego e renda para os catadores de materiais recicláveis”, destacou o coordenador do Comitê de Mercado de Reciclagem da Abal, Mario Fernandez à Agência Brasil. Segundo a entidade, a reciclagem das latinhas consome apenas 5% da energia que seria utilizada para a produção das mesmas a partir do alumínio primário, extraído da bauxita. “A economia de energia gerada nessa reciclagem atenderia à demanda residencial anual de energia de um estado como Goiás”, disse Fernandez.
Depois de polêmicas, Renan Calheiros liga para Cármen Lúcia e pede desculpas

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pediu desculpas para a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, depois da polêmica envolvendo os dois na última semana. De acordo com a GloboNews, ele fez uma ligação para a ministra e comentou as críticas feitas à Operação Métis, da Polícia Federal, explicando que ele estava tentando defender o Senado. Ainda segundo a emissora, Cármen aceitou o pedido de desculpas. A polêmica entre os dois começou na terça-feira (25), quando Renan chamou o juiz federal Vallisney Souza Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, de um “juizeco” de primeira instância por autorizar a operação que resultou no cumprimento de mandatos no Senado. Quatro policiais legislativos foram presos acusados de embaraçar as investigações da Operação Lava Jato. Nesta sexta-feira (27), o presidente Michel Temer se reuniu com Renan, Cármen e como presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) para discutir a segurança pública no país. O encontro de hoje foi o primeiro entre a presidente do STF e o presidente do Senado após o caso (veja mais).
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 15:30

Para 76% da população é ‘fácil desobedecer à lei no Brasil’, diz pesquisa

por Julia Affonso, Fausto Macedo e Mateus Coutinho | Estadão Conteúdo

Para 76% da população é 'fácil desobedecer à lei no Brasil', diz pesquisa

Foto: Reprodução / Uerj
O relatório Índice de Confiança na Justiça (ICJBrasil), produzido pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas, divulgado nesta sexta-feira (28), aponta que 76% da população afirma ser ‘fácil desobedecer à lei no Brasil’. Os dados indicam ainda que 81% dos entrevistados afirmam que sempre que possível as pessoas escolhem dar um ‘jeitinho’ em vez de seguir as leis. Já 59% dos entrevistados consideram haver poucas razões para uma pessoa seguir a lei no Brasil. As respostas foram dadas no âmbito da ‘percepção sobre a obediência às leis no Brasil’. Foram consultadas 1650 pessoas residentes nas capitais e regiões metropolitanas de sete Estados – Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo – e do Distrito Federal durante o primeiro semestre de 2016. A pesquisa da FGV questionou os entrevistados sobre a percepção de honestidade de ‘alguns agentes da lei’. Os juízes são percebidos por metade da população como honestos. O porcentual cai para 46% se o agente for policial, e para 41%, no caso dos advogados. O relatório aponta que 74% dos entrevistados consideram que as pessoas devem seguir a lei, mesmo se discordarem delas; 75% responderam que as pessoas têm a obrigação moral de pagar uma quantia estabelecida pelo juiz, mesmo que discordem da decisão; para 72%, alguém que desobedece à lei é mal visto pelas outras pessoas; 61% acreditam que desobedecer à lei é raramente justificável; e 56% acreditam que uma pessoa tenha que fazer algo que um policial pedir, mesmo se discordar dele. O ICJBrasil mensura a confiança da população no Judiciário por meio de diversas perguntas, que compõem uma nota, que vai de 0 a 10. No primeiro semestre de 2016, essa nota foi 4,9 pontos.
Ubatã: MPF quer pena ‘mais pesada’ para ex-prefeito acusado de desvios

 Reprodução / Ubaitaba.com
O Ministério Público Federal (MPF) em Jequié entrou com recurso para exigir uma pena mais severa contra o ex-prefeito de Ubatã, no sudoeste, Edson Neves da Silva. A acusação cobra prisão em regime fechado para o político. Em 25 de agosto, a Justiça Federal condenou o gesto ra quatro anos e seis meses de prisão (com início em regime semiaberto) pelo desvio de R$235,4 mil em verbas do FNDE [Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação]. Ainda foi aplicada 90 dias-multa, com valor de duas vezes o salário mínimo. Segundo o recurso do MPF, a graduação em Direito, a atuação como advogado e a experiência política de Edson Neves possibilitaram que o réu tivesse maior consciência de suas condutas ilícitas, o que deve ocasionar o aumento da pena. O MPF considera, ainda, que o regime fechado deve ser definido como o inicial no cumprimento da pena, em razão de a pena ser superior a quatro anos e as circunstâncias judiciais serem desfavoráveis, conforme o Código Penal e a Lei de Execução Penal. No documento, o MPF aponta a gravidade dos atos do ex-prefeito tendo em vista a precariedade da área educacional no município, comprovada por um dos menores Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do país. “As consequências práticas do desvio de recursos públicos em Ubatã podem ser visualizadas ao se observar o Ideb, 8ª série/9º ano, daquele município, nos anos de 2009 e 2011, quando o réu era prefeito de Ubatã: 2.0 e 2.6, de 5,0 pontos possíveis, dois dos menores índices da Bahia e do Brasil”, afirma o MPF. O caso dos desvios ocorreu em 1996.
PGE diz que apresentação no TCA não vai gerar custos e nega prejuízo ao trabalho

Foto: Divulgação / Bahiatursa
A Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE) e a Secretaria Estadual da Cultura Secult) defenderam, nesta sexta-feira (28), que a apresentação do grupo “Os ProcurAtores”, realizada no Teatro Castro Alves (TCA) nos dias 25 e 26 deste mês, não vai gerar custos ao governo do estado. Em resposta à nota que questionava as despesas e o prejuízo ao horário de trabalho dos servidores (entenda aqui), os órgãos informaram que atendeu a solicitação da Secult para integrar as comemorações dedicadas aos servidores públicos estaduais. “Os dias e horários das apresentações foram escolhidos exatamente para permitir a presença de um maior número de servidores, adequando-se à pauta do Teatro Castro Alves, órgão gerido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia e vinculado à SECULT. Portanto, não houve custos decorrentes da utilização do TCA”, diz o texto. A PGE informou, ainda, que o grupo de teatro é formado por procuradores e servidores do órgão, que atuam “de forma gratuita e sem prejuízo das atividades laborais”.
PMDB edita resolução para usar dinheiro da Fundação Ulysses Guimarães

Romero Jucá redige o documento | Foto: Geraldo Magela / Agência Senado
O PMDB prepara uma resolução que transfere os para o caixa do partido os recursos não utilizados pela Fundação Ulysses Guimarães. O presidente da sigla, senador Romero Jucá (RR), é responsável por redigir o documento junto com o setor jurídico do PMDB. De acordo com a coluna Radar Online, a medida é reflexo da negativa dada por Moreira Franco, presidente da FUG, no período eleitoral. Em determinado momento das eleições municipais o PMDB recorreu à fundação em busca de dinheiro, mas Franco negou o pedido e disse que não repassaria recursos da FUG ao partido.
Reforma da Previdência: Regra de transição poderá ser opcional

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
As regras de transição previstas na proposta de reforma da Previdência, estabelecidas para os trabalhadores com mais de 50 anos (45 no caso das mulheres) poderão ser opcionais. Segundo informação do jornal O Globo, os técnicos que trabalham no projeto estudam permitir que o trabalhador possa escolher entre a regra de transição e a nova norma, optando pelo que for menos desfavorável. A justificativa é de que o pedágio de 50% sobre os anos que faltam para completar a idade mínima pode estender para depois dos 65 anos a aposentadoria, nos casos em que o trabalhador tem pouco tempo de contribuição. Para ilustrar, um homem com 50 anos com 21 anos de contribuição, que se aposente no setor privado, teria de contribuir por mais 14 anos para alcançar os 35 anos de contribuição, além de mais 7 anos de pedágio. No final, ele só se aposentaria aos 71 anos de idade, seis anos a mais que a idade mínima, de 65 anos. Neste caso, a regra de transição acaba sendo pior do que a adoção da nova regra. No cálculo, é preciso considerar que o governo também ampliou de 15 para 25 anos o tempo de contribuição. As centrais sindicais querem debater com o governo uma regra de transição mais suave. O secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna, classifica elevado o pedágio de 50%. As entidades de classe também querem uma regra especial para trabalhadores que estejam um pouco abaixo do corte por idade (de 50 anos), mas que já contribuam há bastante tempo.
Primeira vereadora eleita em Caruaru gastou apenas R$ 21,00 durante campanha

A primeira vereadora eleita em Caruaru, em Pernambuco, gastou apenas R$ 21,00 durante o período eleitoral. Maria José Galdino da Silva (PV), conhecida como Zezé Parteira, obteve os 945 votos necessários com uma única despesa: a foto da sua candidatura. Hoje com 59 anos, Zezé faz partos na sua cidade desde os 18. Atualmente mantém uma pequena clínica improvisada em sua casa, sem cobrar qualquer quantia pelos cerca de 45 partos que faz anualmente. Há 15 anos Zezé atua como agente de Saúde Comunitária e recebe um salário mínimo por mês, de acordo com o site TNH1.
STJ suspende expediente por suspeita de contaminação da água

 Divulgação
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu o expediente na tarde desta sexta-feira (28) após a suspeita de contaminação da água por uma substância oleosa ainda não identificada. Uma manutenção está sendo feita no sistema de abastecimento do tribunal. De acordo com O Globo, não se sabe ainda se o problema foi interno ou externo. O STJ informou em nota que, apesar da suspensão do expediente, o setor de Protocolo funcionará normalmente.
Feira: Pitbull é resgatado em 1ª mandado em defesa de animal na BA

Um cão da raça pitbull vítima de maus tratos foi resgatado de uma casa em Feira de Santana, nesta quinta-feira (27). A retirada do animal foi possível graças a um mandado de busca e apreensão, o primeiro do gênero na Bahia, segundo Rosângela Serra Leite, integrante da Comissão de Proteção e Defesa Animal (CPDA) da OAB-BA [Ordem dos Advogados do Brasil, seção Bahia]. O mandado foi concedido pelo juiz Claudio Pantoja Sobrinho. De acordo com o Acorda Cidade, o cão estava em um terreno localizado no Conjunto Feira 10. O cão sobrevivia sem água, sem alimentação e exposto ao frio e ao sol. Antes do resgate, a comissão entrou em contato com o dono do cão, mas o homem não tomou nenhuma atitude de mudança. Ainda segundo o site, o pitbull ficará com uma tutora nomeada até o fim do processo, quando o juiz vai decidir o seu destinatário final.
Curtas e venenosas: Réveillon de Salvador supera Festival de Verão
Esse Festival de Verão tá um cola, cola de atração. Tudo que tá tocando em Salvador, dois dias depois é anunciado no festival. Aliás, os principais concorrentes da festa são seus parceiros. O prefeito Netinho também, todos os dias, anuncia uma nova atração no seu Réveillon, que por sinal, tá com uma grade excelente. A coisa não vai nada bem pra Vovô do Ilê, a crise chegou por lá, e a grande festa do cortejo de aniversário do Ilê Ayê vai ser realizada na Senzala do Barro Preto. Eu se fosse Pablo lançava seu CD na Ribeira, o Wet está muito grande pro seu público. Já Ivete fez a linha amiga dos vizinhos e disse que não há perrengue com eles. E Alinne, alguém sabe me dizer se ela passou pro outro lado? 
Cármen Lúcia, Renan Calheiros e Alexandre de Moraes se reúnem após troca de farpas

Foto: Carlos Humberto / SCO / STF
A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia; o presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL); e o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, se reuniram pela primeira vez depois da troca de farpas pública em razão de uma operação da Polícia Federal no Senado. Todos estão no encontro para assinatura do pacto federativo pela segurança pública, na manhã desta sexta-feira (28), no Itamaraty, em Brasília. De acordo com O Globo, a animosidade baixou entre os três, um dia depois de o ministro Teori Zavascki, do STF, ter suspendido a referida operação. Durante a semana, Renan chamou Moraes de “chefete de polícia” – a quem a PF é subordinada – e classificou como “juizeco” o juiz Vallisney Oliveira, magistrado que decretou as prisões, além de ter dito que foi usado um expediente “fascista” na operação. A presidente Cármen Lúcia exigiu respeito do senador. Nesta quinta-feira (27) o presidente Michel Temer convocou a imprensa para minimizar desentendimentos e dizer que existe “harmonia” entre os Poderes. Ainda segundo a publicação, também nesta quinta cinco juízes de Minas Gerais, Pernambuco, Goiás, São Paulo e Mato Grosso do Sul protocolaram representação no Conselho de Ética da Casa pedindo julgamento de Renan por quebra de decoro parlamentar. O encontro entre os três Poderes é o primeiro de uma série de reuniões para discutir o aumento da criminalidade no país e buscar soluções para as vulnerabilidades nas fronteiras, por onde entram drogas e armas. As próximas serão com governadores e secretários de Segurança Pública dos estados. Participam da reunião desta sexta, além do presidente Michel Temer (PMDB), Renan, Cármen e Moraes: o presidente da Câmara, Rodrigo Maia; o procurador-geral da República, Rodrigo Janot; o ministro da Defesa, Raul Jungmann; o diretor da Polícia Federal, Leandro Daiello; o ministro das Relações Exteriores, José Serra; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Claudio Lamachia; e comandantes militares.
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 12:40

Zavascki autoriza abertura de inquérito contra Zeca Dirceu

Zavascki autoriza abertura de inquérito contra Zeca Dirceu

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki autorizou a abertura de inquérito para investigar o deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR) por suspeita de lavagem de dinheiro. Segundo informações do portal G1, a apuração ocorre no âmbito da Operação Lava Jato, mas não há mais detalhes, porque a ação tramita em segredo de Justiça. A decisão de Zavascki atende a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Zeca Dirceu passa a ser o 28º deputado federal alvo de investigação por suspeita de envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras. O Supremo já encaminhou o caso para início da coleta de provas, a ser realizada pela Polícia Federal. Após a apuração, Janot decidirá se pede arquivamento do inquérito ou se oferece denúncia contra o parlamentar. O Supremo, por sua vez, pode aceitar ou não a acusação – caso aceite, o petista passa a ser réu.
Teste revela eficácia de 96% de injeção contraceptiva para homens

Injeções que tornam os homens temporariamente inférteis apresentaram 96% de eficácia em testes de uso contínuo propostos durante pesquisa. Participaram dos testes 320 homens, com idade entre 18 e 45 anos, que mantinham relações monogâmicas pelo menos durante um ano. 
Prefeituras desviam pelo menos R$ 12 milhões; MPF aciona banco para impedir saques

Itabuna está em lista
Gestores de 18 cidades do Sul baiano, entre elas Itabuna, Camamu, Canavieiras e Gandu, são acusadas de desviar pelo menos R$ 12 milhões de recursos de programas federais. Os repasses foram feitos para programas de educação, saúde e assistência social, informou o A Tarde. Por conta disso, o Ministério Público Federal (MPF) em Ilhéus ajuizou duas ações civis públicas, com pedido liminar, contra o Banco do Brasil e a União. A intenção é fazer com que o banco impeça o saque indevido de verbas federais pelos gestores ou mesmo a transferência dos recursos para contas não autorizadas. O órgão requer, ainda, que a União, por ser a gestora financeira dos repasses, seja obrigada a fiscalizar os valores integrantes de seu patrimônio. Segundo as ações, ajuizadas pelo procurador da República Tiago Modesto Rabelo, são inúmeros os casos de desvio ou apropriação de recursos públicos federais transferidos aos municípios. Ainda conforme o procurador, os desvios e apropriações são facilitados pelos saques “na boca do caixa” ou transferências irregulares para contas do município ou de destinatários não identificados, realizadas de forma ilícita por gestores municipais. São listadas dezenas de ações de improbidade ajuizadas pelo MPF em Ilhéus, além de relatórios de fiscalização da CGU (e de outros órgãos de controle) que comprovam a grande quantidade de casos em que essas transações bancárias indevidas resultam em prejuízo aos cofres públicos. Segundo os Decretos nº 6.170/07 e nº 7.507/11, o depósito ou transferência em conta bancária do fornecedor contratado são as únicas modalidades permitidas pelo Poder Executivo para pagamentos de serviços; não sendo autorizado, portanto, sacar o dinheiro “na boca do caixa” ou transferi-lo para contas municipais.
Netflix divulga primeiro trailer completo da série brasileira '3%'

Divulgação
Depois de publicar um teaser, a Netflix divulgou, nessa quinta (27), o trailer completo de “3%”, primeira produção brasileira do serviço de streaming. O vídeo de dois minutos traz imagens das avaliações violentas, a que os candidatos se submetem para tentar passar da sociedade de devastação para a sociedade do progresso.
Conquista: Desaparecidos, meninos de 9 e 10 anos são encontrados em SP

Foto: Reprodução
Desaparecidos desde a última quarta-feira (26), dois meninos moradores de Vitória da Conquista foram encontrados nesta quinta (27) em São Paulo. Segundo informações do jornal Hora 1, da TV Globo, eles foram localizados na Praça da Sé, no centro de São Paulo. Um dos meninos, de 10 anos, é tio do outro, de 9 anos. O último registro deles em Vitória da Conquista foi feito por uma câmera de segurança na rodoviária da cidade (saiba mais). Um homem acompanhava as crianças e aparentava conhecê-los. O trio teria viajado de carona para São Paulo em um caminhão. Eles desceram no em um posto de gasolina próximo ao terminal rodoviário do Tietê. O homem ordenou que os meninos vendessem balas na região. Na sequência, pegou o dinheiro obtido com a venda, R$ 40, e deixou o local, pedindo às crianças que o encontrassem na Praça da Sé, onde eles foram localizados. Quem os auxiliou foi a atendente Uliane da Silva, que os viu pedindo orientação para chegar à Praça da Sé. Ela seguiu os dois e pediu ajuda a um guarda municipal, que conversou com os garotos e conseguiu entrar o contato com a família. “Eu tenho dois filhos. Então, na hora, eu vi os meus dois filhos. Eu falei ‘não, como assim? São duas crianças!’ Eu entrei em desespero. Aí eu me pergunto: ‘e se eu não tivesse prestado atenção na história, onde estariam esses meninos agora?'”, afirma Uliane. Eles foram levados para uma delegacia e encaminhados para o Conselho Tutelar, onde aguardam a chegada dos familiares. O pai de um deles já se desloca para buscá-los. Mãe do menino de 9 anos e irmã do outro garoto, Daiana Reis, afirma está aliviada e feliz por ter localizado o filho. “Vontade de beijar meu filho, de dar um abraço. Sentir o cheirinho dele”.
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 12:00

Ilha dos Frades é tema de documentário sobre praias sustentáveis; veja trailer

por Ailma Teixeira

Ilha dos Frades é tema de documentário sobre praias sustentáveis; veja trailer

Foto: Reprodução / Bahia no Ar
Destino paradisíaco, a Ilha dos Frades virou cenário para o documentário “Ouro Azul”, que pretende retratar a importância do lugar consagrado com o selo piloto da organização não-governamental Foundation for Environmental Education. O certificado “Bandeira Azul” é concedido a praias e marinas reconhecidas como fonte de beleza, turismo e sustentabilidade. Com direção de Meire Moreno, o projeto é apresentado por Mônica Bitencourt e recebeu apoio da Lei de Incentivo à Cultura. Primeira praia do Nordeste do país a receber a honraria, Ilha dos Frades fica na Baía de Todos os Santos, que, nos próximos dias, vai receber a certificação que oficializa sua entrada no Clube das Mais Belas Baías do Mundo (The Most Beautiful Bays in the World, em inglês – TMBBW Club). A solenidade será realizada durante o XII Congresso Mundial do TMBBW, na cidade de Puerto Vallarta, de domingo (30) a quarta-feira (2) (saiba mais aqui). Confira o trailer do episódio
‘The Voice’: Lulu Santos se recusa a abraçar candidata que errou letra de música

Foto: Reprodução / TV Globo
O The Voice Brasil da quinta-feira (27) contou com uma cena diferente de reprovação. O cantor Lulu Santos se recusou a abraçar e aplaudir a candidata Carol Hends, de 22 anos, por conta da sua apresentação cheia de erros. Clique aqui e leia
Seman realiza serviço para reduzir acúmulo de água fétida na Baixa de Quintas

A Secretaria Municipal de Manutenção (Seman) realiza na manhã desta sexta-feira (28) um serviço de redução no acúmulo de água fétida na Rua General Argolo, na Baixa de Quintas. Em vistoria feita por técnicos da pasta, foi detectado um extravasamento na rede de águas pluviais, provenientes de instalações de redes de esgotos que confluíram no sistema, causando o acúmulo de água malcheirosa na via. 
Mortes de empresário em Porto Seguro e óbito em Brumado são notícias em Municípios

Foto: Reprodução / Brumado Notícias
Um empresário foi morto a tiros em Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, na tarde desta quinta-feira (28). Segundo a Polícia Civil, a vítima conversava com uma pessoa no centro histórico da cidade quando foi surpreendida. Ainda na Coluna Municípios, um pedreiro morreu aguardando vaga em uma UTI de Brumado. Clique aqui e leia estas e outras notícias.
Prefeitura deve anunciar mais cinco atrações para o Réveillon no início de novembro

Foto: Max Haack / Agecom
A prefeitura deverá anunciar mais cinco atrações do Réveillon de Salvador no iníco de novembro. Na ocasião também será definido qual artista fará o show da virada do ano. “Transformamos o Réveillon na segunda maior festa da cidade. Antecipamos a maior parte das atrações para conseguir atrair o maior volume possível de turistas. Vamos fechar a grade com 25 bandas”, esclareceu o presidente da Saltur, Isaac Edington, ao Correio. O Réveillon de Salvador acontecerá entre os dias 28 de dezembro e 1º de janeiro, na Praça Cayru, no Comércio. Já estão confirmados os shows de Anitta, Aviões do Forró, BaianaSystem, Bell Marques, Cláudia Leitte, Daniela Mercury, Duas Medidas, É O Tchan, Ivete Sangalo, Jorge e Mateus, Luan Santana, Marcos e Belutti, Natiruts, Psirico, Oito7Nove4, O Rappa, Saulo, Simone e Simaria, Tierry e Wesley Safadão.
Botafogo faz camisa especial para homenagear Carlos Alberto Torres

Foto: Divulgação
Ídolo do futebol mundial, o ex-jogador Carlos Alberto Torres será homenageado pelo Botafogo no próximo sábado (29), às 17h30 (horário da Bahia), contra o Coritiba. Todos os atletas do Fogão usarão uma camisa com uma faixa na manga esquerda, simulando uma faixa de capitão, em referência ao tricampeão mundial.
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 11:00

Lula defende realização de congresso para eleição interna

por Ricardo Galhardo | Estadão Conteúdo

Lula defende realização de congresso para eleição interna

Foto: Reprodução / Youtube
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem dito, em conversas com as principais correntes internas do PT, que é favorável a uma decisão rápida, por meio de um Congresso Nacional do partido, para a escolha da nova direção petista. A proposta é defendida pelas correntes de esquerda agrupadas no Muda PT e contraria a majoritária Construindo um Novo Brasil (CNB), da qual o próprio Lula faz parte. Nas últimas semanas Lula recebeu todas as correntes com representação nacional, até as nanicas, o que não fazia desde que assumiu o governo, em 2003. Segundo pessoas que participaram das reuniões, ele quer que a reformulação programática do PT e a escolha da nova direção sejam encaminhadas ainda este ano. “Tem que começar a resolver antes do final do ano”, disse o ex-presidente, segundo interlocutores. Lula está preocupado com a possibilidade de uma debandada na bancada de deputados federais do PT e avalia que, se a reformulação demorar até o ano que vem, como quer a CNB, haverá espaço para a dispersão de parlamentares. Em reunião com a Mensagem ao Partido, semana passada, Lula defendeu a unidade do PT e reconheceu que muitos deputados já estão procurando alternativas para sobreviver politicamente. A derrota do PT nas eleições municipais deste ano ligou o sinal de alerta na bancada do partido na Câmara. Parlamentares temem ter o mesmo destino dos candidatos petistas a prefeito rejeitados pelo eleitorado. A CNB defende que as novas direções sejam escolhidas por meio de um Processo de Eleições Diretas (PED), que só seria viável em maio ou junho do ano que vem. O presidente do PT, Rui Falcão, propôs que, em vez do PED, o PT realize um congresso com plenos poderes para definir a forma de escolha de novos dirigentes.
Sexta, 28 de Outubro de 2016 – 10:46

A violência atenua a crise dos Poderes

 

A violência atenua a crise dos Poderes

 Marcos Oliveira/Agência Senado
É bem provável que a crise entre o Senado e o Supremo Tribunal Federal tenha chegado ao fim com o pedido de desculpas feito por Renan Calheiros à presidente do STF, ministra Carmem Lúcia. Faz parte da maneira de ser de Renan perder a cabeça em público e pedir desculpas em particular. Este fato levou a ministra Carmem Lúcia responder à altura ao senador por agredir a um juiz de 1º. grau, que determinou a prisão de quatro integrantes da Polícia Legislativa. Segundo a ministra presidente do STF, Calheiros atingira o judiciário como um todo e o Supremo representa a alta cúpula do Poder Judiciário e é guardião da Constituição do país. Durante a votação do impeachment de Dilma Rousseff em segundo turno, Renan saíra em defesa do Senado, o que é da sua obrigação, diante de uma grosseria cometida pela senadora Gleisi Hoffmann, ao fazer um comentário desastroso sobre a Casa. No dia subsequente, mesmo tendo defendido o Senado da República, ele se dirigiu à senadora pedindo desculpas. Foi o que ontem aconteceu agora com a presidente do STF. Ele desancou o Judiciário em público e pediu desculpas em particular. No caso específico, eram dois chefes de poder. O mais importante dos dois, se assim pode-se entender, é o STF a quem compete zelar pela justiça. Como há uma reunião importante nesta sexta-feira (28), com a presença dos três poderes para tratar, a pedido do Supremo, a questão da violência que ocorre no país, espera-se que haja paz e tranquilidade. Afinal, a violência é o tema.
TST e Ministério da Justiça firmam acordo contra fraudes trabalhistas de empresas

Foto: TST
O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Ives Gandra Martins Filho, e o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, assinaram na quarta-feira (26) um acordo de cooperação técnica para reduzir a taxa de congestionamento de processos em fase de execução. A parceria implanta uma rede que compartilha experiências, técnicas e soluções voltadas para a análise de dados financeiros e, também, para a detecção da prática da lavagem de dinheiro, corrupção e crimes relacionados. Segundo Ives Gandra Filho, a ferramenta permitirá que empresas que tentam fraudar falência para se isentar do pagamento de direitos trabalhistas sejam facilmente identificadas. Alexandre de Moraes destacou que a troca de informações será mais um passo para o combate à corrupção, desvios de dinheiro e para recuperação dos ativos de empresas que agem com má-fé. “É um momento importantíssimo. Quantas e quantas vezes o dinheiro que deveria pagar dívidas trabalhistas acaba sendo desviado para locais não tão dignos?”, questionou. A Justiça do Trabalho será o primeiro órgão do Judiciário a ter um laboratório deste. Atualmente também fazem parte da Rede Lab-LD a Polícia Federal e diversos Ministérios Públicos. A Comissão Nacional de Efetividade da Execução Trabalhista, coordenada pelo ministro Cláudio Mascarenhas Brandão, trabalha para realizar ações que garantam o cumprimento do que foi determinado pela Justiça, como a cobrança forçada feita a devedores, assegurando o pagamento de direitos. A execução de uma sentença começa quando há condenação ou acordo não cumprido. Um dos grandes desafios é identificar, penhorar e alienar bens dos devedores que tentam burlar a Justiça. O convênio firmado com o Ministério da Justiça será mais uma ferramenta utilizada para acessar bancos de dados e informações eletrônicas variadas, que têm como objetivo localizar e restringir bens de devedores e obter as informações necessárias a uma execução efetiva.
Metrópole/Eleva: Pesquisa aponta queda em diferença de Herzem para Raimundo

Foto: Montagem / Bahia Notícias
Uma pesquisa encomendada pelo Grupo Metrópole ao Instituto Eleva Tecnologia e Comunicação LTDA para as eleições de segundo turno em Vitória da Conquista, no sudoeste, aponta queda da diferença entre Herzem Gusmão (PMDB) e José Raimundo (PT). Gusmão continua na frente, com 48,91% dos votos válidos, enquanto que Raimundo aparece com 38,82%. Eleitores indecisos representam 7,04%, e brancos e nulos são 5,23%. Na pesquisa do Instituto Painel (ver aqui), Herzem obteve 64,75%, e José Raimundo, 35,25%. A pesquisa do Eleva, que ouviu 1.050 eleitores, foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 02605/2016 e foi realizada entre os dias 23 e 25 de outubro. O nível de confiança é de 95%.
Roberto Justus é cotado para sair candidato à Presidência da República em 2018

Foto: Divulgação / Record
O empresário Roberto Justus tem sido cotado para concorrer à Presidência da República em 2018. O convite de partidos e amigos é feito citando como exemplo a eleição de João Doria em São Paulo, no pleito municipal deste ano, e de outro Roberto Justus. O homônimo do profissional da propaganda se elegeu prefeito em Guaratuba, no Paraná, pelo Democratas. De acordo com o colunista Flávio Ricco, Justus responde aos convites apenas com um sorriso, mas não deixa claro se ele considera ou não a possibilidade.
Carga Pesada: Após R$ 7,4 milhões em autos, Sefaz continua ação fiscal em Conquista

Foto: Blog Resenha Geral
Após ter registrado R$ 7,4 milhões em autos de infração desde o início de agosto, a operação Carga Pesada, da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), continuará em Vitória da Conquista até o final do ano – inicialmente, os trabalhos iriam até a próxima segunda-feira (31). O valor em autos de infrações representam um aumento de 66% na comparação com o mesmo período em 2015. A ação de combate à sonegação fiscal é realizada no posto fiscal da BR-116, com uso do programa Sefaz On-Line. Dos R$ 7,4 milhões em autos lavrados, R$ 5,5 milhões (74%) foram pagos imediatamente, no ato da ação fiscal. “Trata-se de uma importante oportunidade de recuperação do ICMS devido”, aponta o secretário da Fazenda, Manoel Vitório. Houve um aumento de 54% na quantidade de ações fiscais deflagradas no posto, que passaram de 984 em 2015 para 1.518 em 2016. A maioria dos autos lavrados estão relacionados a carregamentos de cigarros e derivados,  produtos alimentícios, álcoois e combustíveis e carnes.
Nove pessoas morreram por dia em ação policial no Brasil em 2015

Foto: Ilustrativa
Pelo menos nove pessoas morrem todos os dias no Brasil em decorrência de intervenção policial. Por outro lado, pelo menos um agente de segurança pública é morto diariamente, seja durante o expediente ou fora dele. Os dados foram levantados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em 2015, para o 10º Anuário de Segurança Pública. “Falta hoje uma política de Estado que combata a violência. Os Estados precisam fazer o controle de armas, e as polícias Militar e Civil devem ter um sistema de metas de redução de homicídios compartilhado”, avaliou para a Folha a socióloga Samira Bueno, diretora executiva do Fórum. Por outro lado, policiais morrem três vezes mais em folga do que em serviço. Especialistas alegam que isso se dá por causa dos chamados bicos, do porte de arma e do suposto envolvimento em atividades criminosas. “Discutimos pouco essas mortes porque é um tabu falar daquilo que o policial está fazendo fora do serviço e qual é a responsabilidade do Estado nisso”, disse Renato Sérgio Lima, sociólogo e diretor-presidente do fórum. O coronoel reformado da PM José Vicente da Silva acredita que o envolvimento de policiais em atos ilícitos é explicado pelos salários inadequados. O relatório de segurança pública ainda mostra que 160 pessoas foram assassinadas por dia no país, uma a cada nove minutos. Ao todo, 58.383 pessoas foram mortas de forma violenta e intencional, mas o dado é 1,2% menor em relação a 2014. De janeiro de 2011 a dezembro de 2015, 278.839 pessoas foram mortas no paíns – número maior do que o de mortos na guerra da Síria, onde 256.124 pessoas morreram no mesmo período.
Lava Jato: Empresário teria coordenado caixa dois em campanha de Jaques Wagner

Foto: Reprodução / Globo News
Com a prisão preventiva do empresário Mariano Ferraz, detido no aeroporto de Guarulhos na quarta-feira (26) quando estava prestes a embarcar para Londres, a força-tarefa da Lava Jato avança sobre uma área ainda não investigada na Petrobrás: o setor de compra e venda internacional de combustíveis e derivados que pode atingir, além do PT, o PMDB e o PSDB. Segundo a Lava Jato, o grupo internacional Trafigura, do qual Ferraz é executivo, movimentou US$ 8,6 bilhões em compras e vendas de derivados de petróleo com a Petrobrás entre 2003 e 2015. Submetidas à Diretoria de Abastecimento da estatal, as operações foram citadas em depoimentos pelo senador cassado Delcídio Amaral e pelo ex-diretor da Petrobrás Nestor Cerveró como um “terreno fértil para ilicitudes”, pois a variação dos preços poderiam gerar “margem para propina”. Segundo Cerveró, apesar de não ser uma área de “muita influência” do PT na estatal, as propinas nos negócios teriam abastecido caixa 2 da campanha de Jaques Wagner (PT) ao governo da Bahia, em 2006. Ele relatou também que Rogério Manso, diretor de Abastecimento que antecedeu Paulo Roberto Costa no cargo, seria um nome “do PSDB” indicado pelo ex-ministro da Fazenda Pedro Malan e que teria operado o “esquema de trading” até 2004. Ainda assim, segundo Cerveró, Manso teria continuado a atuar com trading até 2007 e teria sido quem coordenou “informalmente” a captação do suposto caixa 2 de Wagner. Delcídio também relatou em sua delação que, com a chegada de Paulo Roberto Costa, em 2004, Malan teria pedido ao então ministro da Fazenda Antonio Palocci que Manso permanecesse na diretoria. A partir daquele ano, contudo, Manso foi para a diretoria de Gás e Energia, onde ficou até 2007. Cerveró, por sua vez, disse que, depois de Manso, a área de trading teria sido assumida, em 2010, por um indicado pelo senador Edison Lobão (PMDB) identificado como “Pereirinha”. No pedido de prisão de Ferraz, a força-tarefa aponta que o executivo teria repassado mais de US$ 800 mil em propinas a Paulo Roberto Costa entre os anos de 2011 e 2013 por meio de uma conta do genro do ex-diretor no exterior. Os investigadores também levantam todos os contratos da Trafigura e citam o volume de negócios, incluindo o trading internacional e o afretamento de navios (que de 2004 a 2015 somam US$ 169 milhões) da companhia com a Petrobrás. Os investigadores também citam um contrato da empresa Decal, representada por Ferraz, com a estatal. Rogério Manso e Pedro Malan rechaçam ontem as acusações feitas por delatores, que classificam como “difamatórias”. O ex-ministro da Fazenda diz não conhecer e nem ter mantido contato com Manso e nem com Delcídio. Já o ex-diretor da Petrobrás diz que nunca precisou de apoio político em sua carreira na estatal e que deixou de atuar com trading a partir de 2004. Procurada, a defesa do senador Edison Lobão (PMDB) não respondeu ao contato da reportagem. O ex-ministro Jaques Wagner e a defesa de Palocci não foram localizados. Os advogados de Mariano Ferraz não quiseram se manifestar sobre o caso.
Quatro são presos por extorsão mediante sequestro; dois são policiais militares

Membros do grupo presos em 2015 | Foto: Divulgação/SSP
Quatro criminosos envolvidos em casos de extorsão mediante sequestro, entre eles os soldados da Polícia Militar Maurício Santana Santos e Clóvis de Miranda Silva, foram presos na tarde desta quinta-feira (27). Um quinto integrante do grupo, o também soldado PM Jorge Ádson Cruz, não foi localizado e é considerado foragido. Os cinco são alvos de mandados de prisões expedidos pela Justiça. As prisões ocorreram durante ação conjunta das corregedorias Geral e da Polícia Militar, além dos departamentos de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP). A quadrilha começou a ser desarticulada em novembro de 2015 (entenda o caso) – à época, quatro militares e outras duas pessoas foram presas. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o grupo sequestrava criminosos que ainda não tinham sido presos, ou parentes dos suspeitos, e exigia pagamento de resgate. “Começamos a investigar a partir de uma vítima que já tinha sido sequestrada três vezes. Procuramos o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, que determinou a formação da Força-Tarefa e a investigação criteriosa do caso”, contou o diretor do DCCP, Moisés Damasceno. A partir deste caso, o departamento recebeu diversas denúncias. Um dos líderes da quadrilha é o militar Maurício Santana Santos, lotado na 29ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Imbuí). Ele foi preso pela primeira vez em outubro do ano passado, solto em março de 2016 e preso novamente em agosto deste ano. “Sabemos que eles não representam 1% da quase bicentenária e exemplar Polícia Militar da Bahia. A corporação e a sociedade não compactuam com este tipo de atitude”, afirma Damasceno. De acordo com o delegado, é investigada a participação de outras pessoas e existe a possibilidade do grupo ter praticado outros crimes. Durante a ação foram apreendidos R$ 1 mil em dinheiro, duas armas de fogo, 51 cartuchos de diferentes calibres, três automóveis, placas de veículos, algema, distintivo, relógios e aparelhos de telefone celular. Os PMs foram encaminhados para prestarem depoimento na Corregedoria Geral da SSP, serão encaminhados à Corregedoria da PM e ficarão custodiados no Batalhão de Choque da PM, em Lauro de Freitas.
Policial é baleado em frente a casa de shows no Rio Vermelho na madrugada desta sexta

Foto: Reprodução / Google Street View
Um policial militar foi baleado na madrugada desta sexta-feira (28) em frente à casa de shows 30 Segundos Bar, no Rio Vermelho, próximo à sede da 12ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Rio Vermelho). A Centel não confirmou a identidade da vítima, mas circula a informação de que teria sido o tenente Rafael de Oliveira Silva, atingido no rosto e na mão. Os tiros foram deflagrados por homens que estavam em uma caminhonete Mitsubish, de placa e demais detalhes ignorados. O policial foi socorrido ao Hospital Geral do Estado e não há detalhes sobre seu estado de saúde. 
Sucom autua Coelba por executar serviço de implantação de postes sem autorização

Foto: Reprodução / Facebook
A Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) autuou a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) pore realizar o serviço de implementação de postes sem autorização do órgão. O serviço foi feito na Av. Juracy Magalhães, nesta quinta-feira (27). “Não podemos admitir que uma empresa, cujo principal objetivo é prestar serviço público, cause transtornors aos moradores da cdade”, explicou Sérgio Guanabara, titular da Sucom. O Código de Obras do Município (Lei 3.903/88) determina que toda e qualquer obra, particular ou pública, só pode ser iniciada após licença ou autorização da prefeitura por meio de alvará. Nesta quinta, a Transalvador também notificou a Coelba pelo mesmo motivo (veja aqui). O órgão de trânsito alegou desobediência às ordens de um agente (grave), obstacularizar a via indevidamente (gravíssima) e recusa por parte do motorista para entregar a documento do veículo (gravíssima).
CBF antecipa duelo entre Vitória e Atlético-PR; jogo será no dia 6 de novembro

Partida será em um domingo | Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
A CBF anunciou em seu site oficial a antecipação do duelo entre Vitória e Atlético-PR, válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto, anteriormente marcado para o dia 7 de novembro, segunda-feira, às 19h (horário de Salvador), no Barradão, acontecerá um dia antes. A partida será realizada no domingo, às 16h (horário de Salvador), no mesmo local. Segundo a entidade, a mudança foi um pedido do SporTV com objetivo de adequar o jogo à programação do canal. Antes de pegar o Furacão, o time comandado pelo técnico Argel Fucks vai encarar o Fluminense, nesta sexta-feira (28), logo mais às 18h30 (horário de Salvador). Com 35 pontos, o Rubro-negro baiano ocupa a 17ª posição no certame nacional.
Odebrecht repassou R$ 23 milhões em caixa 2 para campanha de Serra, dizem executivos

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
Depoimentos de executivos da Odebrecht à Lava Jato apontaram dois nomes como operadores do repasse de R$ 23 milhões da empreiteira, por meio de caixa dois, à campanha presidencial de José Serra, hoje ministro de Relações Exteriores do governo Michel Temer, na eleição de 2010. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, a companhia afirmou que parte da quantia foi transferida por meio de uma conta na Suíça. O acerto do pagamento no exterior foi feito com o ex-deputado federal Ronaldo Cezar Coelho (ex-PSDB e agora PSD), que fez parte da equipe de coordenação política da campanha de Serra. Os depoentes informaram também que o caixa dois realizado no Brasil foi negociado com o ex-deputado federal Márcio Fortes (PSDB-RJ), também ligado a Serra. Um dos delatores é Pedro Novis, que presidiu o grupo entre 2002 a 2009 e atual membro do conselho administrativo da holding Odebrecht S.A. O outro executivo é o diretor Carlos Armando Paschoal, conhecido como CAP, que atuava fazendo o contato com políticos de São Paulo e na negociação de doações para campanhas eleitorais. Ambos integram o grupo de mais de 80 funcionários da empresa que farão a delação. Para comprovar os fatos relatados, a Odebrecht prometeu entregar aos investigadores comprovantes de depósitos feitos na conta no exterior e também no Brasil.
Prefeitos de Uauá e Xique-Xique têm contas de 2015 rejeitadas

Foto: Montagem Bahia Notícias
As contas dos prefeitos de Uauá, Olímpio Cardoso Filho, e de Xique-Xique, Alfredo Ricardo Bessa Magalhães, relativas a 2015 foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios. A sessão que opinou pela desaprovação das gestões ocorreu nesta quinta-feira (27). Ao gestor de Uauá, a Corte de Contas ainda determinou multas no valor de R$ 56,7 mil. Segundo o TCM, Olímpio Cardoso extrapolou o índice para despesa total com pessoal, além de realizar licitações sem justificativa no valor de R$1.938.617,67. O relator do parecer, conselheiro Fernando Vita, ainda determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o gestor para que seja apurada a suposta prática de ato de improbidade administrativa. Já o prefeito de Xique-Xique, Alfredo Ricardo Bessa Magalhães, terá de pagar multa de R$ 8 mil e devolver R$ 40,2 mil por conta de pagamento sem apresentação de notas fiscais. A punição tem a ver com o fato de o gestor não pagar multas imputadas pelo TCM. O relator do parecer, conselheiro José Alfredo, votou pela aprovação com ressalvas das contas, mas seu voto foi vencido pela maioria dos conselheiros – cinco votos a um. De acordo com a maioria, o não cumprimento de determinação do Tribunal para pagamento de multa é causa inquestionável de rejeição das contas. Das duas decisões, ainda cabem recursos.
Sargento e outro passageiro morrem em assalto a ônibus próximo a BR-324

Foto: Reprodução
Um assalto a ônibus próximo à BR-324 deixou dois passageiros mortos na noite desta quinta-feira (27): o sargento da reserva da Polícia Militar Gilberto Miranda de Andrade, 56 anos, e Josenildo Santos Reis, 41. Segundo informações do jornal Correio, três homens anunciaram o assalto na região da Brasilgás, por volta das 19h15, após ter entrado no veículo na altura do acesso à Vila Canária. O coletivo fazia a linha Narandiba-Nova Brasília. Uma passageira acionou a polícia após descer do ônibus, por ter percebido uma “atitude suspeita”. De acordo com os relatos das testemunhas, os três homens pagaram a passagem e sentaram em locais separados. Ao anunciarem o assalto, o sargento levantou de seu assento e reagiu. Iniciou-se um tiroteio e o PM foi baleado várias vezes na cabeça. Os disparos também atingiram Josenildo, que estava sentado. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a se deslocar até o local, mas os dois passageiros já estavam mortos. Os supeitos conseguiram fugir. A força-tarefa do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) investiga o caso. Segundo o coordenador da força-tarefa, delegado Odair Carneiro, o motorista e o cobrador já foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para fazer o retrato falado dos assaltantes. O delegado também já se deslocou na noite desta quinta-feira (27) até a sede da empresa de ônibus para obter as imagens das câmeras do coletivo.
Em confronto com Judiciário, Renan articula indicações para o CNJ

Foto: Geraldo Magela / Agência Senado
Em confronto com o Judiciário (entenda) e alvo da Operação Lava Jato, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), tenta emplacar dois nomes no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão responsável por fiscalizar a atuação de juízes de todo o País. O Congresso tem direito a indicar dois integrantes do conselho, um representando a Câmara e outro o Senado. Renan tem influência em nomes que disputam as duas vagas. Na Câmara, o nome preferido do peemedebista é a advogada Ana Luísa Marcondes, que trabalhou como sua assessora na presidência do Senado e na liderança do PMDB. Atualmente ela atua na Corregedoria Nacional do Ministério Público (CNMP), órgão comandado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Nesta semana, Renan chegou a atuar para adiar a votação no plenário ao saber que nomes indicados pelo ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso na Lava Jato, ganharam força. Além de Ana Luísa, concorrem à vaga Felipe Cascaes, que já advogou para Cunha em alguns casos e hoje é subchefe adjunto para Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência, e o assessor técnico da Câmara Lucas de Castro Rivas, que auxiliou a atuação da tropa de choque que defendeu Cunha durante o processo de cassação. Cascaes é hoje o favorito, por contar com o apoio do Planalto. O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, está conversando com deputados para tentar emplacar o nome do aliado. No Senado, os nomes indicados podem ser levados à votação no plenário a qualquer momento. O preferido de Renan na disputa é Henrique de Almeida Ávila, que tem o apoio do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes. Ávila é sócio de um escritório de advocacia onde atua a mulher do ministro, Guiomar. O outro candidato à vaga do CNJ pelo Senado é Octavio Augusto da Silva Orzari, que é advogado concursado pela Casa e trabalhou com o ex-presidente do STF Ricardo Lewandowski no Tribunal Superior Eleitoral. Auxiliares de Renan negam que ele tenha preferência ou esteja fazendo lobby para emplacar nomes de sua confiança no CNJ. Até maio, a vaga do Senado no conselho pertencia a um apadrinhado do peemedebista, o ex-ministro da Transparência Fabiano Silveira. Ele teve de deixar o cargo após ser flagrado em uma gravação feita pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, na qual aparecia conversando com Renan e fazendo críticas à condução da Lava Jato. Ao Estado, Ana Luísa negou que Renan esteja fazendo campanha pelo seu nome, mas admitiu que tem o “apoio pontual” do presidente do Senado. A reportagem não conseguiu contato com os demais candidatos às vagas do CNJ.
‘Confiança não se licita’, diz Luiz Viana sobre contratação de advogados por entes públicos

Foto: Angelino de Jesus/ OAB-BA
Apesar de não conhecer o conteúdo do contrato, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA), Luiz Viana, considerou como acertada a posição do Ministério Público da Bahia (MP-BA) de arquivar uma representação contra o presidente da Assembleia Legislativa (AL-BA), deputado Marcelo Nilo (PDT) (clique aqui e saiba mais). “Isso demonstra que a OAB sempre esteve certa ao defender que não é possível licitar a contratação da advocacia, seja porque a confiança, que é um elemento intrínseco ao contrato de advocacia, não pode ser licitado, seja porque, na hipótese de contratação direta, é possível a inexigibilidade da licitação, tendo em vista o notório saber e singularidade do objeto. Nesses casos, não há porque licitar”, afirma. Viana frisa que “confiança não se licita”. “Essa discussão está posta no Brasil inteiro e a OAB tem defendido que, analisando caso a caso, é possível sim, a contratação de advogado pela Administração Pública mediante inexigibilidade de licitação. Na Bahia, diversos municípios são alvos de representações no Ministério Público por contratarem escritórios de advocacia sem licitação, e não possuem Procuradorias Municipais. Viana afirma que a posição da Ordem, seguindo as regras constitucionais, é de apoiar que cada município tenha sua Procuradoria devidamente estruturada. “Nós apoiamos a estruturação de Procuradoria em todos os municípios, mas isso não elimina a possibilidade, e, até as vezes, a necessidade de contratar advogados diretamente”, diz Viana. O presidente da OAB ressalta que o MP é uma instituição “indispensável ao Brasil”, com grande responsabilidade, e que, portanto, sua atuação é bem-vinda, mas diz que, o que acontece são “abusos de alguns promotores, e em outros casos, falta de compreensão jurídica da adequação constitucional”. Viana destaca que a instituição já conversou com o Parquet baiano sobre o assunto, em uma discussão de alto nível, sobre os limites e possibilidades das contratações. “A discussão institucional da OAB com o MP diz respeito a essas regras legais e constitucionais. O que temos defendido, que é possível sim, em nome do interesse público, a contratação direta de advogados”, finaliza. 
Josias Gomes ‘deve cair’ da Secretaria de Relações Institucionais, avaliam parlamentares

Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias
Não é novidade que a relação entre a base aliada do governador Rui Costa e o secretário de Relações Institucionais, Josias Gomes, é ruim. Porém, nas últimas semanas, o tom se elevou e até em público alguns parlamentares passaram a criticar abertamente o responsável pela articulação política do governo (lembre aqui).  Nesta quinta-feira (27), o senador Otto Alencar (PSD) chegou a sugerir que há entraves nas articulações políticas do estado (entenda aqui). Consultados pelo Bahia Notícias, deputados com trânsito com o governo avaliam que a situação de Josias é “muito complicada”. “Deve cair. Os deputados federais estão reclamando e os deputados estaduais nem o procuram mais”, afirmou um parlamentar, que prefere não se identificar. Durante boa parte do tempo, as críticas ficavam restritas ao trato estadual, o que acabou ampliada recentemente com a insatisfação da bancada federal. De acordo com um parlamentar, o titular da Serin não permite que as conversas com o governo avancem, o que dificulta as relações entre os deputados e a base. Como são esperadas mudanças no secretariado de Rui até o final do ano, Josias não resistiria a essa reforma na titularidade da Serin – apesar de não ser descartado o deslocamento dele para outra função dentro do governo.
Procura-se trabalho: procuradores apresentam peça de teatro no TCA

Foto: Divulgação / Compre Ingressos
O governador Rui Costa não deve estar nada satisfeito com o grupo de procuradores comandados pela chefe da Procuradoria Administrativa, Barbara Carmardelli, denominados de ProcurAtores. Não obstante as dificuldades que o Estado tem passado, seja de ordem financeira ou por falta de profissionais qualificados para atender as demandas da administração, este grupo resolveu apresentar uma peça de teatro nos dias 25 e 26 deste mês, em pleno horário de trabalho (às 17h), no Teatro Castro Alves. Pergunta-se: se a peça é para comemorar o dia do servidor público, por que não é apresentada no dia do feriado? E mais, quem paga a conta do uso do TCA?
Especialista ministra curso para prefeitos com mau desempenho no ranking da transparência

Foto: Cláudia Cardozo / Bahia Notícias
As prefeituras que não obtiveram nota dez no ranking da transparência do Ministério Público Federal (MPF) terão oportunidade de aprender como adequar seus portais às exigências do órgão. No próximo dia 8 de novembro, das 8h às 18h, o especialista em transparência pública Paulo Sérgio Gomes ministra um curso com dicas para implantação, homologação e atualização destas ferramentas. Em entrevista ao Bahia Notícias, o consultor contou que o público-alvo do curso são gestores que, por conta do resultado negativo no levantamento do MPF, foram alvos de inquéritos e ações civis públicas. O cumprimento dos requisitos impostos pelo órgão podem, segundo Gomes, livrá-los dos procedimentos. “O objetivo é mostrar como implantar o portal e, assim, extinguir inquérito e ação. Será um curso imersivo”, contou o especialista, que já ministrou curso sobre o tema para servidores do Supremo Tribunal Federal (STF), logo após a homologação da Lei de Acesso à Informação. Entre outras especificações, o dispositivo traz as diretrizes implementação dos  portais de transparência. Só no ranking divulgado este ano, 35 prefeituras tiveram nota zero no quesito (relembre). Para Paulo, o resultado é fruto da falta de publicação de várias informações essenciais às ferramentas. “Os portais são importantes como ferramenta de respeito aos cidadãos, que têm direito a ter acesso a informações de interesse privado e interesse público. A Lei de Acesso à Informação (LAI), de 2011, trata como fundamental o direito a essas informações”, afirmou. Apesar disso, o conteúdo dos portais, muitas vezes, não é palatável para quem buscar ter acesso às informações, o que é contrário às determinações da LAI. “A LAI exige que a informação seja íntegra, autêntica e fiel e que não tenha nenhum obstáculo entre o cidadão e a administração que disponibiliza as informações. Por exemplo, a Lei exige que se publique salários. A maioria dos portais não publica um pdf pesquisável onde o cidadão encontre diretamente essa informação”,

Girando no Brasil

Renan é só elogios a Cármen Lúcia: ‘Exemplo de caráter’

BISCOITOS E TORTA DE CLIMÃO - Naturalidade dos sorrisos 'entrega' a harmonia entre os Poderes: O presidente Michel Temer© image/jpeg O presidente Michel TemerEm uma tentativa de apaziguar os ânimos entre Legislativo e Judiciário, reuniram-se nesta sexta-feira no Itamaraty os chefes dos três poderes: o presidente da República, Michel Temer, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia. Também estiveram presentes ministros do governo, como Alexandre de Moraes, da Justiça, a quem Renan chamou de “chefete de polícia” nesta semana.

Na semana passada, o juiz de primeira instância Vallisney de Souza Oliveira autorizou a prisão de quatro policiais legislativos, além de buscas na sede da Polícia Legislativa no Congresso Nacional. Após o episódio, o presidente do Senado declarou que a operação foi “fascista” e chamou o juiz responsável de “juizeco”. Cármen Lúcia rebateu as críticas no início desta semana, dizendo que onde um juiz é “destratado”, ela também é.

Veja também

Muito embora os sorrisos amarelos captados pelas lentes dos fotógrafos presentes ao evento indiquem o climão, o encontro transcorreu em meio a troca de gentilezas. Renan elogiou a presidente do Supremo e a caracterizou como um exemplo do caráter que tem de identificar o povo brasileiro.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o ministro da Defesa, Raul Jungmann, também participaram do encontro. Oficialmente, a reunião serviu para discutir um pacto nacional para a segurança pública. De acordo com Temer, embora a segurança pública seja um tema de competência dos estados, será necessário que as autoridades dos três poderes juntem esforços para discuti-lo.

Para o presidente, o mal-estar criado entre o Legislativo e o Judiciário devido a Operação Métis já foi resolvido. “Acho que um ambiente de harmonia já está decretado, digamos assim, não vi nada que pudesse agredir aquilo que a Constituição determina e que os poderes, os chefes dos poderes, têm falado com muita frequência. Aliás, a ministra Cármen Lúcia com muita frequência invoca a ideia da harmonia e da independência dos poderes. As questões que vão surgindo, elas vão se resolvendo pouco a pouco pelos instrumentos institucionais. Como estão sendo resolvidos. Não há desarmonia nenhuma”, afirmou.

O MOMENTO DA NOTICIA INTERNACIONAL

O chocante caso de abuso e morte de jovem de 16 anos que provoca indignação na Argentina

“Nunca vi um conjunto de fatos tão aberrantes”, diz a promotora Maria Isabel Sánchez.

Ela está encarregada do caso de Lucía Pérez, adolescente de 16 anos que foi drogada, estuprada e morta por impalamento no balneário de Mar del Plata (Argentina) no sábado (15). Suspeita-se que ela tenha sido vítima de uma gangue de traficantes.

O crime hediondo chocou a Argentina, especialmente por ter ocorrido uma semana após uma grande manifestação de mulheres contra a violência na cidade de Rosário.

A história de Lucía só fez aumentar a sensação de insegurança e a percepção de crescimento do poder do narcotráfico entre os argentinos. Isso apesar de a Argentina ser um país com um dos menores índices de homicídios da América Latina – 8,8 por 100 mil habitantes em 2013 (o Brasil, por exemplo, registrou índice de 25,8 por 100 mil em 2014).

“Overdose”

A promotora Sánchez informou que o corpo de Lucía foi deixado em um hospital de Mar de Plata. A menina estava de banho tomado e vestida, inclusive com a roupa íntima. Segundo informações da mídia local, os agressores teriam avisado que a menina sofrera uma overdose.

A promotora suspeita que Lucía mantivesse algum tipo de relacionamento com um dos supostos agressores. Dois suspeitos – Matías Farías, de 23 anos, e Juan Pablo Offidani, de 41 anos – foram presos no domingo na casa em que o crime teria ocorrido.

“A menina foi à casa voluntariamente e lá foi atacada”, disse Sánchez.

A Justiça argentina pediu ainda a prisão preventiva de um terceiro suspeito. De acordo com a polícia, o mesmo carro usado para deixar a menina no hospital foi visto próximo à escola.

Agressões a mulheres cresceram 78% entre 2008 e 2015 na Argentina .Mar del Plata é a cidade argentina com mais casos de exploração sexual na Argentina

Preocupação com insegurança

Pesquisas recentes revelam que a insegurança se transformou na principal preocupação dos argentinos. E a violência de gênero está no centro do problema: estatísticas do Ministério da Segurança mostram que crimes sexuais aumentaram 78% entre 2008 e 2015.

O Registro Argentino de Feminicídios, órgão do governo criado em 2015 após uma grande marcha contra a violência contra a mulher, estima que duas de cada dez mulheres assassinadas na Argentina tenham feito queixas prévias sobre violência.

Organizações feministas convocaram uma paralisação de mulheres para esta quarta-feiraA Argentina tem, de acordo com estatísticas oficiais, um dos maiores índices de tráfico humano da América do Sul.

“Mas não podemos encarar casualmente o fato de que Lucía foi violada e morta em Mar del Plata, onde já se mataram mulheres impunemente para proteger as redes de tráfico de mulheres”, disse, em comunicado no Facebook, a ONG Ni Una Menos (Nem uma a menos, em português), que denuncia casos de violência contra a mulher na Argentina.

Com 600 mil habitantes, Mar del Plata é o município argentino com o maior número de condenações por exploração sexual.

A publicação, com quase duas mil curtidas em apenas 24 horas, também convoca organizações de gênero para uma paralisação de mulheres nesta quarta-feira.

“Vi mil coisas na minha carreira, mas nada igual a isso. Sei que não é muito professional dizer isso, mas sou mãe e mulher”, afirma a promotora.

MEIO AMBIENTE

Gelo da Groenlândia está derretendo mais rápido do que se pensava (estudo)

Imagem da NASA Earth Observatory obtida em 22 de setembro de 2016 pela aeronave HU-25A Guardian, em 2 de setembro de 2016, mostra as geleiras Brückner e Heim, na Groenlândia© Fornecido por AFP Imagem da NASA Earth Observatory obtida em 22 de setembro de 2016 pela aeronave HU-25A Guardian, em 2 de setembro de 2016, mostra as geleiras Brückner e Heim, na GroenlândiaA camada de gelo altamente instável da Groenlândia está derretendo 7,6% mais rápido do que se pensava – disseram cientistas esta semana, depois de descobrirem um ponto sob a superfície da Terra que estava distorcendo seus cálculos.

Publicado na revista Science Advances, o estudo gera preocupações sobre o impacto crescente do derretimento do gelo na subida do nível do mar, uma vez que a Groenlândia é a segunda maior camada de gelo do mundo, depois da camada da Antártica.

De 2003 a 2013, a Groenlândia perdeu 2.700 gigatons (2.700 bilhões de toneladas métricas) de gelo, e não 2.500 gigatons como se pensava anteriormente.

Isso significa que a camada de gelo está perdendo anualmente cerca de 20 gigatons a mais do que afirmam as estimativas mais recentes.

A diferença de 7,6% foi descrita como “uma correção bastante modesta” pelo autor do estudo Michael Bevis, professor de Ciências da Terra da Universidade Estadual de Ohio.

“Isso não muda tanto as nossas estimativas de perda total de massa em toda a Groenlândia”, ressaltou Bevis.

“Mas isso traz uma mudança mais significativa para o nosso entendimento de em que parte da camada de gelo essa perda aconteceu, e onde ela está acontecendo agora”, acrescentou.

Usando dados de satélite, os pesquisadores descobriram que uma coluna quente de rocha parcialmente derretida no manto da Terra – que também alimenta os vulcões da Islândia – tinha suavizado a rocha sob a Groenlândia de uma maneira que levou os cientistas a subestimarem o derretimento.

Bevis descreveu a camada de gelo da Groenlândia como a “mais instável” do mundo e disse que as pesquisas mais recentes vão “levar a projeções mais bem informadas de aumento do nível do mar”.

Dupla de elefantas volta à natureza e inaugura primeiro santuário para a espécie da América Latina

ctv-pna-elefantes-div: Elefantas ganharam casa nova em MT© Fornecido por Estadão Elefantas ganharam casa nova em MT

Duas elefantas que antes eram atração de circos voltaram à natureza nesta quinta-feira, 13, em Mato Grosso. Elas inauguraram o primeiro santuário de elefantes da América Latina, localizado na Chapada dos Guimarães, a 65 quilômetros de Cuiabá.

Maia e Guida chegaram ao santuário na terça-feira, 11, e passaram dois dias no Centro de Tratamento Médico. Nesta quinta, elas foram liberadas da área limitada e brincaram com a terra e tomaram banho com as trombas.

As duas elefantas foram confiscadas de um circo na Bahia e viviam há seis anos em Paraguaçu, no sul de Minas Gerais. Maia, que tem cerca de 44 anos, e Guida, de 42 anos, terão cuidado de veterinários. “Sociedades ao redor do mundo estão começando a perceber a traumas que causaram esses animais”, disse Scott Blais, um americano que já havia colaborado com uma iniciativa parecida nos Estados Unidos e ajudou a fundar o santuário.

Blais e sua esposa estão há dois anos no Brasil, devido à grande quantidade de terra e a necessidade de encontrar um lugar para elefantes na América Latina. Há uma estimativa de que mais de 50 elefantes que vivem cativeiros na América do Sul possam habitar o local.

A fazenda, de 1,1 mil hectares, foi adquirida por meio de doações de organizações internacionais especificamente para abrigar elefantes. O espaço passa a receber animais resgatados em situação de risco e oferecerá os cuidados necessários para que possam se recuperar física e emocionalmente da vida em cativeiro. No momento, as elefantas terão acesso a uma área de meio hectare, enquanto não é estruturada a segundo parte.

No santuário, haverá câmeras que permitirão a cientistas e curiosos abservar os animais sem importuná-los. Especialistas dizem que os elefantes não sobreviveriam se soltados em sua terra-natal, no caso na Ásia, já que passaram a vida inteira em cativeiro. Para resolver o problema, santuários já foram criados nos Estados Unidos, na Tailândia, na Malásia e, agora, no Brasil. // COM INFORMAÇÕES DA ASSOCIATED PRESS

Brasil tem menos mortes por poluição do ar que outros emergentes, mas ‘tendência é de piora’

São Paulo© Fornecido por BBC World Service Trading Limited São Paulo

Um estudo divulgado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) nesta terça-feira revela que 92% da população mundial vive em áreas que excedem os níveis de poluição recomendados. Os países pobres e em desenvolvimento são os que mais sofrem com o problema.

Dentre os emergentes do grupo Brics, o Brasil tem o desempenho menos negativo, com 14 mortes por ano ligadas à poluição do ar para cada 100 mil habitantes. China, Rússia, Índia e África do Sul têm respectivamente 70, 61, 68 e 39 mortes para cada 100 mil habitantes.

Segundo especialistas ouvidos pela BBC Brasil, uma matriz energética renovável, políticas de contenção de emissões e investimentos em transporte alternativo e público contribuíram para o desempenho positivo brasileiro.

A tendência, porém, é de piora nesse ranking, pois os dados base são de 2012, e, atualmente, os outros emergentes vêm dando mais atenção ao tema do que o Brasil.

Pobres e emergentes

A cada ano, cerca de três milhões de pessoas morrem por doenças associadas à poluição do ar em espaços abertos. A grande maioria desses óbitos ocorre em países pobres ou em desenvolvimento com políticas públicas que não priorizam o acesso a tecnologias limpas e onde a industrialização ocorre de maneira desregulada.

“A poluição do ar segue custando caro à saúde das populações mais vulneráveis – mulheres, crianças e idosos”, lamentou Flávia Bustreo, diretora-geral assistente do órgão.

“Me impressiona muito que mais de 90% da população esteja exposta à poluição nociva”, disse à BBC Brasil, o médico brasileiro Carlos Dora, coordenador do departamento de Políticas Públicas, Meio Ambiente e Determinantes Sociais de Saúde da OMS.

Dora avalia que o Brasil está em uma etapa intermediária em relação ao resto do mundo, atrás da América do Norte e da Europa, porém à frente de Ásia, Oriente Médio e África.

“O Brasil não é dos piores, mas ainda poderia melhorar bastante”, afirma. Frente a outros emergentes, o país estaria numa posição mais confortável por conta, principalmente, da sua matriz energética, que é renovável, proveniente de hidroelétricas.

“A China, por exemplo, ainda queima muito carvão, o que é altamente poluente”, exemplifica Dora.

Trânsito em Nova Déli© Fornecido por BBC World Service Trading Limited Trânsito em Nova DéliProfessora do Departamento de Ciências Atmosféricas da USP, Maria Andrade explica que, além da questão energética, o Brasil implementou na virada dos anos 1980 para 1990 um programa nacional de controle de emissões de gases por veículos – o Proconve – que deu resultado.

“Nas áreas urbanas houve, depois do Proconve, uma redução na poluição significativa, apesar do aumento da frota. O que se precisa agora é controlar a queima de biomassa, a queima de florestas”, aponta.

Andrade menciona ainda que controles nas indústrias e o desenvolvimento de tecnologias de combustíveis, para a redução das emissões de enxofre, também contribuíram à melhora nas últimas décadas.

Atualmente, as principais fontes de poluição do ar no Brasil são as queimadas no campo, as emissões de veículos nas áreas urbanas e as indústrias, elencou a professora da USP.

São Paulo

Em um ranking de grandes metrópoles emergentes, São Paulo e Buenos Aires aparecem como as que têm a melhor qualidade de ar, segundo dados do período de 2011 a 2015 da OMS.

A maior cidade da América do Sul teve um desempenho melhor que, nessa ordem, Cidade do México, Istambul, Xangai, Pequim, Mumbai, Calcutá, Dhaka, Cairo e Nova Déli. Lanterna dos emergentes, a capital da Índia chega a ter uma qualidade de ar cinco vezes pior do que a metrópole paulistana.

“Quando você compara com esses lugares, você vai perceber que aqui está muito melhor”, avalia Andrade. “Mas ainda temos problemas com partículas secundárias, como ozônio, e partículas mais finas.”

“São Paulo está num nível intermediário, o que é muito melhor que essas outras cidades do mundo em desenvolvimento”, diz Carlos Dora.

Ele credita o bom posicionamento da capital paulista à expansão do sistema de transporte público e à implementação de alternativas verdes, como as ciclovias.

“Há varios questionamentos quanto às ciclovias, mas qualquer política que estimule meios de transportes alternativos e mais limpos é super bem-vinda do ponto de vista do meio ambiente”, afirma Maria Andrade.

Segurança em Pequim© Fornecido por BBC World Service Trading Limited Segurança em Pequim

Tendências

Já Dora avalia que, no cenário global, o Brasil está sendo ultrapassado por outros países emergentes, como a China, que vêm dando maior ênfase à qualidade do ar.

“Existe liderança em exemplos de ações no transporte público do Brasil, mas de forma geral a China está à frente. Eles estão tomando medidas mais drásticas, inovadoras e estão avançando mais. Estão investindo muito mais”, afirma.

“Esse investimento também é bom para os negócios. A lógica não é só ecológica.”

Maria Andrade, por sua vez, vê com incerteza o futuro da “economia verde” no Brasil, dado o cenário de instabilidade política atual. “Em geral, quando se está em fase de crise econômica, (os temas ligados ao meio ambiente) passam a não ser tão prioritários.”

“Não vejo tantos grupos trabalhando para sugerir idéias de melhorias (…) está tudo meio parado; prova disso é que você praticamente não vê o assunto em pauta na propaganda eleitoral”, diz.

Queimada no Brasil© Fornecido por BBC World Service Trading Limited Queimada no Brasil

Estudo

O estudo, que revisou dados entre 2010 e 2015, apontou que apenas uma em cada dez pessoas no mundo vive em áreas cujo ar pode ser considerado limpo de acordo com os padrões da OMS.

A compilação dos dados baseou-se em amostragens provenientes de três mil localidades de perfil predominantemente urbano no planeta. Juntas, as populações das regiões estudadas somam 1,6 bilhão de pessoas, ou 43% da população urbana mundial.

As pesquisas que serviram de base ao relatório avaliaram a presença de “partículas de matéria” (PM) no ar, que tivessem um diâmetro menor que 10 ou 2,5 micrômetros (PM 10 e PM 2.5). Os principais ingredientes presentes no composto PM são sulfatos, nitratos, amônia, cloreto de sódio, carvão negro, poeira mineral e água.

O estudo reconhece que, apesar de outros componentes estarem mais comumente associados à toxicidade da poluição – monóxido de carbono, dióxidos sulfúricos e ozônio, por exemplo -, para uma comparação mundial equivalente foi necessário optar por um parâmetro universal. O composto PM é o que possui mais extensa literatura científica nesse sentido.

As partículas a partir de 10 micrômetros de diâmetro (PM 10) são consideradas extremamente nocivas, pois podem penetrar e se alojar nos pulmões, dando origem a enfermidades sérias.

Diversas doenças estão associadas de maneira ampla à poluição, mas o estudo se ateve apenas a acidente vascular cerebral (AVC, ou derrame), isquemia cardiovascular, câncer de pulmão e infecções agudas do sistema respiratório inferior (pneumonia).

O órgão das Nações Unidas vem coletando dados de PM10 e PM2,5 desde 2011, na esperança de entender melhor o problema e promover a redução do impacto da poluição global na saúde das populações.

OMS: 9 em cada 10 pessoas no globo respiram ar poluído

Graças aos novos dados existentes, os especialistas esperam poder alentar os Estados a realizar mais esforços para reduzir a contaminação do ar: Gases poluentes© image/jpeg Gases poluentesUm relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), divulgado nesta terça-feira (27), advertiu que ao menos 92% dos habitantes do planeta vivem em locais onde a qualidade do ar não se enquadra nos padrões fixados pela organização. A OMS estima que, a cada ano, cerca de 3 milhões de mortes estão relacionadas à exposição de agentes contaminantes no ar.

“É necessário, de forma urgente, a adoção de medidas como transporte sustentável, gestão de rejeitos sólidos, uso de energias renováveis e a redução das emissões industriais para se enfrentar a contaminação do ar”, afirma Maria Neira, diretora do departamento de Saúde Pública da OMS.

No relatório, baseado em dados vindos de mais de 3.000 locais rurais e urbanos, o órgão conclui que 9 entre 10 pessoas no mundo vivem onde os níveis da qualidade do ar não correspondem ao padrão em relação a partículas finas em suspensão, de menos de 2,5 micrômetros. Estas partículas “incluem contaminantes como os sulfatos, os nitratos e a fuligem, que penetram profundamente nos pulmões e no sistema cardiovascular, o que representa um risco grave para a saúde humana”, segundo o órgão.

Leia também:

Poluição atmosférica pode matar 6,6 milhões por ano até 2050, diz estudo

Poluição no ar de Pequim atinge nível extremamente perigoso

De acordo com dados da organização em 2012, cerca de 6,5 milhões de mortes em todo o mundo, equivalentes a 11,6% do total, estiveram ligadas à contaminação do ar. O órgão detectou que os níveis de contaminação são especialmente elevados no Mediterrâneo oriental, no Sudeste Asiático e no Pacífico Ocidental.

As mortes são provocadas especialmente por doenças cardiovasculares, acidentes vasculares cerebrais e câncer de pulmão, segundo a ONU. Cerca de 90% destas mortes ocorrem em países de renda média ou baixa, com dois a cada três óbitos em regiões do sudeste asiático e do Pacífico ocidental. A organização também adverte que a contaminação do ar também aumenta o risco de infecções respiratórias agudas.

Para a OMS, os principais causadores da má qualidade do ar são os modos ineficientes de transporte, a queima de combustível e rejeitos, as centrais elétricas e as atividades industriais, e fenômenos naturais como as tempestades de areia. Graças aos novos dados existentes, os especialistas esperam poder alentar os Estados a realizar mais esforços para reduzir a contaminação do ar – principalmente após os líderes mundiais fixarem o objetivo de reduzir as mortes ligadas a esta ameaça até 2030.

Projeto residencial e comercial alemão promove a sustentabilidade

Imagine um lugar no qual você mora e trabalha no mesmo conjunto de prédios e que todo ele é sustentável. Isso vai acontecer muito em breve neste projeto, que atualmente está em construção, chamado Heildelberg Village, na Alemanha.

Projeto do Heildelberg Village© Fornecido por Catraca Livre Projeto do Heildelberg Village

Créditos: Imagem de Divulgação

Mas o que vai ter por lá? Jardins verticais que ajudam no controle térmico e garantem uma área verde; sistema de ventilação natural gerado a partir do vento; geração de energia solar e placas fotovoltaicas para a manutenção da qualidade do ar.

Até aí, nenhuma novidade, pois já temos alguns (poucos) prédios assim espalhados pelo mundo. O grande diferencial aqui é o conceito de “living community” ou, numa tradução livre, comunidade viva.

O principal conceito do Heildelberg Village é que o prédio represente uma comunidade integrada e não apenas um local no qual as pessoas residem e trabalham.

O post Projeto residencial e comercial alemão promove a sustentabilidadeapareceu primeiro em Catraca Livre.

O trabalho destas águias é evitar que pássaros morram em parques eólicos

Fontes de energia renováveis são indiscutivelmente mais limpas do que a energia nuclear ou a energia gerada a partir de combustíveis fosseis. Porém, existem alguns inconvenientes: unidades de produção de energia solar queimam os pássaros que sobrevoam a área, enquanto que os parques eólicos os confundem com o barulho e muitas vezes causam acidentes. Para evitar que as aves colidam com as turbinas das usinas eólicas, pesquisadores estão trabalhando com águias.

• Novas turbinas eólicas prometem fornecer energia ao Japão por 50 anos após um tufão• Usina de energia solar não consegue parar de matar pássaros

As fotos abaixo do NREL – Laboratório Nacional de Energia Renovável, na sigla em inglês – mostram como duas águias participam de uma pesquisa inédita no National Wind Technology Center – Centro Nacional de Tecnologia Eólica, em tradução livre. Foram desenvolvidos um radar e um sistema visual que previnem que pássaros morram nos parques.

A Spirit, uma águia-careca de 20 anos de idade, e a Nova, águia-real da mesma idade, são treinadas no Southeastern Raptor Center. O papel delas é promover a conservação da vida selvagem. De acordo com a Universidade de Auburn, desta vez elas estão lá para salvar seus próprios parceiros:

Colisões de pássaros com as turbinas eólicas não são comuns, mas a partir do momento que as aves possam voar na altura das pás, tudo o que puder ser feito para protegê-las é importante. As águias-reais, protegidas pela lei federal, estão entre as grandes aves que podem interagir com as turbinas.

A pesquisa em desenvolvimento, que é um projeto colaborativo entre a Laufer Wind, a Renewable Energy Systems (RES), NREL e Universidade de Auburn, coleta dados dos padrões de voos das duas águias, depois que são soltas de alguns elevadores que estão posicionados em diferentes lugares no parque. Elas possuem um GPS super preciso e um dispositivo de registro que permitem que os especialistas usem dois sistemas diferentes para monitorar seus movimentos.Clique aqui para ver as imagens em tamanho ampliado.O Sistema de Detecção de Aeronaves da Laufer Wind, feito para detectar aviões próximos, escaneia o ambiente em 360 graus. Mas como o pesquisador Jason Roadman da NREL explica, nesta pesquisa a tarefa é mais difícil do que achar agulha num palheiro:

Os radares processam 1 gigabyte de dados a cada minuto; o truque é discernir os bytes de dados que representam a ave. Saber do seu tamanho, velocidade e características de voo ajudam o radar a determinar o que é e o que não é um pássaro.

O outra tecnologia utilizada é um sistema de identificação visual das águias, chamado IdentiFlight, que usa câmeras para detectar aves a 1 quilômetro de distância das turbinas. O objetivo é detectar os pássaros a tempo de mandar um alerta para o operador do parque, para que ele diminua a velocidade das pás, ou as pare completamente.

Jovens de baixa renda aprendem a instalar placas de energia solar no DF

Placa solar

O programa Brasília Solar, parceria da Secretaria do Meio Ambiente do Distrito Federal e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), iniciou no início de outubro, as aulas de instalação e de manutenção de placas fotovoltaicas para 150 alunos inscritos no Cadastro para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). O objetivo é gerar mão-de-obra qualificada para atender a demanda do setor de energia renovável no Distrito Federal. Os alunos, que fazem parte do programa Fábrica Social, terão as aulas ministradas por professores do Senai.

Segundo o subsecretário de Integração das Ações Sociais, da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Célio Silva, o curso é um gerador de empregos para atender uma demanda sustentável.

“O curso se insere no programa Fábrica Social como uma alternativa de produção para um segmento inovador que gera muitas oportunidades de emprego, 1 megawatt gera 120 novos empregos. O Brasília Solar tem a previsão de 60 megawatts nos próximos anos o que gera 7.200 empregos. As pessoas que conseguiremos formar nesses próximos três anos (450 alunos) é insuficiente para atender a essa demanda potencial que já existe”, disse.

Para Juarez Novaes, de 48 anos, o curso é uma oportunidade de ajudar o planeta e de ser inserido no mercado de trabalho, mas considera que falta divulgação. “É uma boa oportunidade, vai nos inserir no mercado e é sustentável. Procurei o curso principalmente por conta da sustentabilidade, acho importante essa contribuição com o planeta. Mas o curso tem que ser mais divulgado”, relata.

O curso tem 364 horas-aula divididas em 80 horas para habilidades básicas, envolvendo comunicação e expressão no ambiente de trabalho, matemática, noções da legislação trabalhista, direitos humanos e meio ambiente, higiene e segurança no trabalho e inclusão digital (word e excel); 200 horas para habilidades específicas; e 84 horas para noções de gestão e gerenciamento de negócios, envolvendo empreendedorismo, cooperativismo, benefícios do MEI – Microempreendedor Individual, planejamento, compra e venda.

Fábrica Social

O programa Fábrica Social oferece os cursos têxtil e confecção de material esportivo; instalação e manutenção de painéis solares; produção e cultivo de alimentos saudáveis em meio urbano; marcenaria com madeiras recicláveis e construção civil.

A inscrição no programa é feita por meio do telefone 156. Podem se inscrever para os cursos de capacitação moradores de Brasília inscritos no Cadastro Único para programas sociais do governo federal. É preciso ter no mínimo 16 anos de idade e renda familiar per capita de até R$ 154, além de nunca ter participado dos cursos oferecidos. Quando aberto, o processo seletivo destina 5% das vagas para pessoas com deficiência, 5% para idosos e 5% para adolescentes em conflito com a lei.

Avanço do desmatamento na Amazônia causa alerta no governo

O aumento da taxa de desmatamento da Amazônia a partir de 2014 acendeu o sinal amarelo no governo federal, que convocou nesta quarta-feira e quinta representantes da academia, de governos estaduais e da sociedade civil para discutir formas de combater a perda da floresta, a fim de cumprir a meta de zerar o desmatamento ilegal até 2030.

Na semana passada, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgou uma atualização para cima da taxa de desmatamento observada entre agosto de 2014 e julho de 2015. Dados preliminares do Prodes, o sistema de monitoramento por satélite do Inpe que apresenta a taxa oficial do desmatamento do ano, anunciados em novembro do ano passado apontavam que haviam sido perdidos 5.831 km² de floresta, o que já seria uma alta de 16% em relação a agosto de 2013 e julho de 2014. O aperfeiçoamento da análise mostrou que o corte raso atingiu 6.207 km². O aumento real foi de 24%.

Este é o maior valor desde 2011 e mostra uma tendência de alta perigosa. A partir de 2008, o desmatamento da Amazônia apresentou quedas sucessivas, chegando ao menor valor em 2012 – 4.571 km². De lá para cá, ocorreram algumas altas e baixas, mas a taxa ficou em torno de 5.000 km². É a primeira vez que volta a passar a barreira dos 6 mil. E a expectativa é que a tendência de alta continue.”Estou preparada para isso”, disse ao Estado Thelma Krug, diretora do Departamento de Políticas para o Combate ao Desmatamento do Ministério do Meio Ambiente, sobre a nova taxa do Prodes deste ano.

O anúncio preliminar do período de agosto do ano passado a julho deste ano deve sair em novembro, mas dados de outro sistema do Inpe, o Deter, que observa a Amazônia em tempo real, dão sinais de que o crescimento deve ter se mantido. O Deter lança alertas que orientam a fiscalização e neste ano eles compreenderam uma área 16% maior que no ano anterior.

Grandes áreas

Ao apresentar esses dados no seminário de ontem em Brasília, o Inpe apontou que voltaram a ocorrer grandes polígonos de desmatamento, que tinham ficado mais raros nos últimos anos. Com o avanço dos mecanismos de comando e controle desde 2008, a derrubada de grandes porções de floresta foi diminuindo, porque é muito mais fácil de ser detectada por satélite e pela fiscalização. Os cortes passaram a ocorrer em menores áreas, o que era uma explicação para a dificuldade de reduzir ainda mais a taxa total.

No consolidado de 2014, 69% dos desmatamentos tinham ocorrido em propriedades de até 50 hectares. Em 2015, essa faixa passou a representar 59% dos cortes. Já áreas entre 100 e 500 hectares, que em 2014 tinham sido responsáveis por 15% do desmatamento, em 2015 abocanharam 20%.

Thelma, que está coordenando a nova fase do plano de combate ao desmatamento (PPCDAM), reconhece que têm ocorrido problemas na fiscalização desde 2014. Cortes no orçamento atingiram o Ibama e ela acredita que houve uma “percepção de falta da presença do Estado na Amazônia”, mas diz que houve uma sinalização do governo Temer de que vai voltar a apoiar a fiscalização e o controle.

Segundo ela, a nova fase do PPCDAM vai trazer um novo eixo de atuação: instrumentos econômicos para incentivar o produtor a não desmatar. E um esforço de fiscalização mais concentrado nas áreas que mais têm sofrido com o desmatamento: florestas públicas que não têm destinação, terras privadas e assentamentos rurais.

Encruzilhada

Paulo Moutinho, pesquisador do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), um dos representantes da sociedade civil no seminário, afirmou que se a alta se confirmar, o País estará diante de uma encruzilhada.

“Ou toma ações definitivas para acabar de uma vez com o desmatamento, criando alternativas inclusive para o corte legal, como novas formas de rendimento, ou vamos ver essa retomada da perda da Amazônia com um agravante que não tínhamos antes”, disse.

Ele se referiu ao aquecimento global. “Desmatamento e mudança do clima combinados trazem seca e causam um processo extra de degradação que pode mudar mais rápido o clima na região, afetando até mesmo a principal fonte de PIB do Brasil, que é o agronegócio”, explicou.

O Ipam ofereceu um conjunto de seis ações que poderiam ajudar a zerar o desmatamento: criar salvaguardas mais criteriosas para obras de infraestrutura na região; implementar o Código Florestal; agir nos assentamentos; implementação do PPCDAM; agir nas florestas públicas não destinadas e criar sistemas financeiros inovadores para a conservação da floresta.

Sobre os assentamentos, destacou que hoje cerca de 30% do desmatamento ocorre neles. “Está concentrado em uma parcela deles e ocorre tanto pelas mãos do assentado quando por terceiros. É preciso criar uma política de reforma agrária, com assistência técnica e mecanismos inovadores para que eles consigam viver da terra e não migrem para o que chamamos de ‘agronegocinho'”, disse Moutinho.

Assim como Thelma, ele lembrou o papel das áreas sem destinação. “Temos mais de 70 milhões de hectares na Amazônia nessa situação. É quase a mesma área total que foi desmatada ao longo dos anos na Amazônia. Elas são objeto de grilagem. Destiná-las para um uso sustentável ou transformá-las em unidades de conservação é o modo mais rápido de frear o avanço sobre essas áreas”, defendeu.

Extremos climáticos devem ficar mais intensos

Desde 2014, a região sudeste do Brasil enfrenta um período de estiagem e passa também por outros extremos climáticos, como frio ou calor intensos.

De acordo com pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), os fenômenos climáticos intensos devem se intensificar ainda mais especialmente nas regiões Sul e Sudeste do país.

Umas das principais causas para essa variabilidade climática pode ser a elevação da temperatura média global.

Tercio Ambrizzi, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP) expôs o tema na palestra “Observações e atribuição de causas da variabilidade e extremos climáticos”.

O último relatório do IPCC [Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, sigla em inglês] indica a ocorrência inequívoca do aquecimento global e apresenta novas evidências sobre a real contribuição humana para o agravamento do efeito estufa.

A detecção da mudança climática é um processo que demonstra que o clima tem mudado baseado em algum método estatístico sem, entretanto, discutir as causas desta mudança.

A atribuição de justificativas da mudança climática é o processo que estabelece a mais provável causa da mudança detectada com um determinado nível de confiança.”

De acordo com matéria da Exame, as análises foram apresentadas durante a Conferência Internacional do INCT para Mudanças Climáticas, realizada pelo Inpe e pelo Cemaden de 28 a 30 de setembro, em São Paulo (SP), com a participação de pesquisadores de algumas das 108 instituições brasileiras e estrangeiras que integram o INCT-MC.

Recifes de corais em regiões profundas abrigam espécies únicas

Geralmente quando pensamos em recifes de corais nos lembramos de um ambiente com cores vibrantes, com muita luz. Porém, em regiões mais profundas e escuras do oceano, existe um vasto ecossistema de corais que ainda é desconhecido pela ciência.

• Os recifes de corais estão morrendo aos montes

• Este timelapse mostra exatamente como os corais se autodestroem

Richard Pyle, zoologista do Bishop Museum, passou os últimos 20 anos pesquisando uma dessas regiões – a chamada “zona cinzenta” de corais que fica no Arquipélago do Havaí em profundidades que vão de 30 a 150 metros, onde a luz é sempre muito escassa. As descobertas da pesquisa foram resumidas na revista Peer J, no mais completo estudo sobre recifes de corais em ambientes de baixa iluminação já feito.

Usando diversos acessórios e veículos de alta tecnologia – veículos submarino operados remotamente, submarinos comuns, câmeras e sensores de ambiente – Pyle e sua equipe conseguiram documentar vastas áreas de recifes de corais em áreas com pouca iluminação, abrangendo dezenas de quilômetros quadrados a profundidades de 90 metros ou mais, nas ilhas de Maui e Kauai.

Entremeadas aos corais está essa espécie de “gramado verde”, que abriga diversas espécies de algas que até então não foram classificadas. Tanto o coral quanto a alga precisam de luz do sol para realizar fotossíntese, o que faz Pyle suspeitar que elas só conseguem existir graças a excepcional limpidez das águas havaianas.

Uma das descobertas mais intrigantes da pesquisa de Pyle é que os recifes de corais com algas servem como ninhos para peixes endêmicos – espécies que não são encontradas em nenhum outro lugar do planeta. Enquanto apenas 17% das espécies de peixes dos recifes rasos do Havaí são exclusivos no arquipélago, esse número sobre para 50% ao chegar em 70 metros de profundidade.

“A extensão de endemismo de peixes nestes recifes de corais mais profundos, particularmente nas ilhas noroeste do Havaí, é surpreendente” disse o co-autor do estudo, Randall Kosaki, num comunicado. “Conseguimos documentar as maiores taxas de endemismo de todo o ambiente marinho da Terra.”

Uma teoria é que esses recifes representam um refúgio, onde diversas linhagens sobreviveram durante milhões de anos, mesmo durante as eras glaciais do planeta.Talvez uma das coisas mais importantes que o estudo revela é o quão pouco sabemos sobre a vida nas regiões mais escuras da Terra – o que é um problema, já que não conseguimos proteger o que não conhecemos.[Peer J]

NOTICIAS MUNDIAIS

Israel suspende cooperação com Unesco após votação sobre Jerusalém

(Arquivo) Vista de Jerusalém© Fornecido por AFP (Arquivo) Vista de JerusalémIsrael anunciou nesta sexta-feira a suspensão de sua cooperação com a Unesco, um dia depois de uma votação criticada pelos israelenses como uma negação do vínculo milenar entre os judeus e Jerusalém.

Em uma carta dirigida à diretora geral da Unesco, Irina Bokova, e publicada no Twitter, o ministro israelense da Educação, Naftali Bennett, acusa a organização de dar um “apoio imediato ao terrorismo islamita” e anuncia a suspensão pela comissão israelense da Unesco de “todas as suas atividades profissionais com a organização internacional”.

Casal gay é detido na Indonésia por foto no Facebook

(Arquivo) Um casal gay foi detido na Indonésia depois de publicar uma foto no Facebook em que os dois homens aparecem se beijando, anunciou a polícia© Fornecido por AFP (Arquivo) Um casal gay foi detido na Indonésia depois de publicar uma foto no Facebook em que os dois homens aparecem se beijando, anunciou a políciaUm casal gay foi detido na Indonésia depois de publicar uma foto no Facebook em que os dois homens aparecem se beijando, anunciou a polícia, no mais recente caso de ataque à comunidade homossexual no país.

Os dois homens, um estudante universitário de 22 anos e um trabalhador de 24 anos, foram detidos na terça-feira em Manado, cidade da ilha Sulawesi, depois das queixas de internautas pela foto publicada em 9 de outubro.

“O casal admitiu que são eles na foto e que postaram a foto para provar o seu amor”, disse à AFP o porta-voz da polícia, Marzuki, que como muitos indonésios tem apenas um nome.

Depois de um interrogatório, os dois foram liberados, mas podem ser condenados por infração à lei sobre pornografia nas redes sociais, uma legislação extremamente restritiva no país.

A homossexualidade não é ilegal na Indonésia, o país muçulmano de maior população no mundo, mas a comunidade gay é alvo de ataques verbais de ministros, religiosos conservadores e de influentes organizações muçulmanas, de acordo com um relatório recente da ONG Human Rights Watch (HRW).

Organização Mundial da Saúde teme epidemia de cólera no Haiti

Um grupo de pessoas tenta cruzar uma via alagada in Leogane, no Haiti, após a passagem do Furacão Matthew. O país já registrou 21 mortes em decorrência do furacão
Direitos Reservados Um grupo de pessoas tenta cruzar uma via alagada in Leogane, no Haiti, após a passagem do Furacão Matthew. O país já registrou 21 mortes em decorrência do furacãoA Organização Mundial da Saúde (OMS) comunicou nesta quinta-feira (13) a preocupação com a possibilidade de uma epidemia de cólera no Haiti, em decorrência das inundações provocadas pela passagem do Furacão Matthew, que atingiu o país no último dia 4.

“Antes do furacão, tínhamos sérios problemas de acesso à saúde, água e saneamento, e casos de cólera. E, quando o abastecimento de água é interrompido, os casos de cólera aumentam. Estamos seriamente preocupados com uma epidemia”, disse o representante da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) no Haiti, Jean-Luc Poncelet, em comunicado.

Segundo Poncelet, estima-se que no Sudoeste do Haiti, 80% das casas perderam o telhado e a maioria dos hospitais sofreu grandes danos. Ao menos 100 instalações não podem funcionar na região.

Mais de 1,3 milhão de haitianos afetados pelo furacão necessitam de apoio humanitário. Por isso, a Opas informou que equipes multinacionais de especialistas foram mobilizadas para Jérémie, Les Cayes e para a capital, Porto Príncipe, para apoiar as operações e restaurar a capacidade dos serviços e sistemas de saúde. Especialistas em emergências e desastres, serviços de saúde, vigilância epidemiológica, logística, transporte e comunicação estão na Opas no Haiti.

De acordo com a OMS, o país já teve 800 suspeitas de cólera este ano. A agência das Nações Unidas decidiu enviar 1 milhão de doses de vacina contra cólera para o país e kits contra a doença com soluções de reidratação oral, cateteres e tratamentos de cloração da água para atender pacientes com diarreia aguda.

A organização humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF) também está no país tratando feridos e pacientes com cólera. Em comunicado, a MSF informou que está priorizando as áreas onde as necessidades ainda não foram avaliadas e a ajuda ainda não chegou.

Além dos problemas de saúde pública, 300 escolas foram destruídas ou danificadas, e 100 mil crianças não poderão retornar às aulas tão cedo. No Haiti, de 2 milhões de pessoas afetadas pelo furacão, que deixou, até agora, quase 500 mortos no país, na contagem oficial. Mais de 61 mil pessoas foram retiradas de suas casas por segurança.

O Furacão Matthew assolou o Haiti com ventos de 235 quilômetros por hora, deixando rastros de destruição em todo o Caribe e no Sudeste dos Estados Unidos.

Doações

As Nações Unidas lançaram um apelo à comunidade internacional para recolher cerca de US$ 120 milhões em doações para ajudar a população haitiana.

A Embaixada do Haiti no Brasil emitiu nota agradecendo ao povo brasileiro por todas as manifestações de apoio. Segundo a representação diplomática haitiana, as doações podem se feitas na conta-corrente 982.054-X, Banco do Brasil, agência 1606-3.

Após morte de marido agressor, iraniana pode ser executada

Zeinab Sekaanvand: casada aos 15 em um relacionamento abusivo, foi acusada da morte do marido. Aos 22, pode ser enforcada a qualquer minuto
Anistia Internacional Zeinab Sekaanvand: casada aos 15 em um relacionamento abusivo, foi acusada da morte do marido. Aos 22, pode ser enforcada a qualquer minutoSão Paulo – Zeinab Sekaanvand tem 22 anos de idade. Forçada a se casar aos 15 anos com um homem identificado como Hossein Sarmadi, ela agora está na iminência de ser enforcada pela morte do seu marido abusivo, em um caso que foi classificado por organizações de defesa de direitos humanos como “injusto” e “perturbador“.

Zeinab nasceu no Curdistão iraniano e se casou para tentar escapar da pobreza. Com o passar do tempo, no entanto, seu marido passou a ter comportamentos violentos e se recusou conceder o divórcio.

Ela prestou queixas na polícia, que sequer foram investigadas, e fugiu de volta para a casa dos pais, que se recusaram ajuda-la. Em 2012, Sarmadi foi encontrado morto e a adolescente, então com 17 anos, acabou presa.

Segundo a Anistia Internacional, ela foi espancada, torturada na prisão. Foi então procurada pelo irmão de seu marido, que prometeu que, caso Zeinab confessasse o crime, ele a perdoaria. Sob a lei islâmica, parentes de vítimas de homicídio podem perdoar e aceitar compensações financeiras pelo ato. Assim ela o fez.

Durante o julgamento, contudo, Zeinab voltou atrás na sua declaração, dizendo que o responsável pela morte de seu marido abusivo foi o irmão, que teria a estuprado várias vezes. Mas a corte ignorou essa fala, considerando apenas a confissão do crime, a qual havia sido obtida sem a presença de um advogado.

Na prisão, se casou no ano passado com outro preso e engravidou. A gravidez postergou o enforcamento, uma vez que o Irã proíbe a execução de mulheres grávidas. Após o choque de ver sua colega de cela ser morta, Zeinab acabou perdendo o bebê.

A Anistia Internacional revisou o caso da jovem e encontrou uma série de violações. Para começar, explica a entidade, a corte nunca determinou que Zeinab passasse por exames de saúde mental, assim como não a informaram do seu direito de solicitar um novo julgamento, algo permitido pela lei penal do país.

A entidade lembra que o Irã é signatário da Convenção de Direitos da Criança que proíbe a pena capital para pessoas que cometeram crimes enquanto menores de idade. Hoje, contudo, o país tem 49 pessoas que se encaixam nessa circunstância no corredor da morte e executou uma delas em 2016. Zenaib pode ser a próxima.

Morre o rei da Tailândia, Bhumibol Adulyadej, aos 88 anos

© Fornecido por New adVentures, Lda.Morreu nesta quinta (13) o rei da Tailândia Bhumibol Adulyadej, o monarca mais antigo do mundo, aos 88 anos.

Adulyadej estava internado no Hospital Siriraj e seu estado era muito grave desde a última semana.

No momento, a imprensa local noticia que um multidão presta homenagens ao monarca na porta do hospital.

O primeiro-ministro do país, Prayuth Chan-ocha, cancelou todos seus compromissos oficiais.

O rei Adulyadej havia sido coroado em 1946.

 

MEUS ASSUNTOS

Temer quer unificar regimes da Previdência pública e privada | Foto: Beto Barata / Presidência / CP

O presidente Michel Temer disse nessa terça-feira, em entrevista a uma rádio de São Paulo, que a reforma da Previdência elaborada pelo governo vai propor o fim das diferenças entre os regimes de previdência público e privada. Atualmente, os funcionários das duas áreas são regidos por normas diferentes. “Não haverá mais distinção entre a previdência geral e a previdência pública. Esse é um ponto que já está definido”, disse Temer.

Em seguida o presidente foi questionado se os militares também deixariam de ter um regime próprio de previdência. Temer afirmou que ainda não sabe como ficará esse ponto. ”Confesso que não sei dizer. Recebi um belíssimo esboço, não por inteiro. Os militares evidentemente sempre tiveram tratamento diferenciado, em função das peculiaridades da carreira”, disse o presidente.

O presidente afirmou ainda, durante a entrevista, que todos os setores serão atingidos de forma equânime, inclusive a classe política. Hoje, os parlamentares têm um regime próprio de previdência. Mas novamente o presidente não soube dizer como será o funcionamento, pois alegou que só recebeu um esboço breve sobre o assunto. Ele ainda esclareceu que a reforma também será enviada ao Congresso na forma de Projeto de Emenda à Constituição. “Recebi um primeiro esboço da reforma e olharei mais atentamente após a viagem à Índia e ao Japão, mas vai ser geral, vai atingir a todos”, disse.

Temer reconheceu que a discussão sobre as mudanças na aposentadoria será mais “polemizada”, mas disse que o governo fará ainda mais reuniões do que fez para debater a PEC do Teto. Ele disse ainda que espera a resistência de alguns setores da sociedade sobre as mudanças na Previdência, mas declarou que o governo vai enfrentá-la. E reforçou que vai conversar com as centrais sindicais, empresários e parlamentares sobre o assunto. “Qualquer acréscimo na previdência vai ter resistência, mas faz parte e vamos enfrentar. Meu lema é o diálogo”, argumentou Temer.

Estados querem criar fundo

Um encontro na residência oficial do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), ontem pela manhã, reuniu 13 chefes governadores e representantes dos Estados, entre eles o secretário da Fazenda do Rio Grande do Sul, Giovani Feltes. Na pauta da reunião do Fórum Permanente de Governadores, esteve a construção de saídas para o propalado rombo dos regimes previdenciários dos Estados. O economista e ex-secretário de Assuntos Econômicos do Ministério do Planejamento Raul Velloso participou do encontro.

Segundo Feltes, uma das propostas é a criação de um Fundo Federativo para financiar o déficit de cada estado ou até mesmo que assuma o pagamento das aposentadorias. “De longe o déficit previdenciário é o nosso maior problema em termos de equilíbrio das contas”, declarou o secretário. Segundo dados do governo Sartori, o déficit chegará a R$ 9 bilhões neste ano. Pela proposta, o fundo de caráter nacional seria constituído por ativos e recebíveis dos estados, entre eles dívidas de impostos parcelados e os próprios recursos do Comprev, espécie de câmara de compensação quando o servidor se aposenta pelo Estado depois de contribuir por período maior para o Regime Geral de Previdência Social (RGPS). “Ainda estamos numa fase inicial. Mas é uma saída”, diz.

Campanha irá explicar a reforma

O governo Michel Temer deverá lançar na próxima segunda-feira uma campanha publicitária em defesa da reforma da Previdência Social. A propaganda será veiculada na TV, no rádio e em jornais de todo o país, segundo explicou ontem o chefe da Casa Civil, ministro Eliseu Padilha (PMDB). Inicialmente, o Palácio do Planalto pretendia enviar o projeto de reforma da Previdência antes do primeiro turno das eleições municipais deste ano. Mas, diante da pressão de partidos aliados e de centrais sindicais, Temer decidiu adiar a apresentação da proposta, que ainda não tem uma data oficial para ser enviada.

Segundo a Casa Civil, na peça publicitária, o governo explicará o que considera ser a atual situação deficitária das contas da Previdência. Pelas estimativas do Orçamento de 2017, desenhado pelo governo Temer, o déficit no ano que vem será superior a R$ 180 bilhões. No governo, a expectativa era lançar a campanha ainda nesta semana, logo após a Câmara aprovar, em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241. O lançamento, contudo, teve de ser adiado porque a peça ainda está em fase de elaboração.

Tom Hanks diz que eleições nos EUA são “um festival de merda”

  • Tom Hanks disse que um candidato "tão cheio de ideias absurdas" disputa a Casa Branca neste anoTom Hanks disse que um candidato “tão cheio de ideias absurdas” disputa a Casa Branca neste ano

O ator Tom Hanks rotulou nesta quinta-feira (13) de “festival de merda” as próximas eleições presidenciais nos Estados Unidos e garantiu que até agora ninguém com tantas “ideias absurdas” tinha concorrido, em alusão ao republicano Donald Trump.

“Não sei se posso dizer perante tantos jornalistas, mas as eleições nos Estados Unidos de 2016 são um festival de merda”, afirmou o ator californiano durante um ato preparado para o Festival de Cinema de Roma, onde o ator será homenageado pela carreira.

Hanks afirmou que “cada a quatro anos vemos um país na encruzilhada onde há ânsia e temor pelo futuro”, mas ressaltou que nunca como nesta ocasião se apresentou ao pleito um candidato “tão cheio de ideias absurdas”.

O ator se referia, embora sem pronunciar seu nome, ao candidato do Partido Republicano, Donald Trump.

Para Hanks, “não há dúvida que o mundo se encontra hoje em uma fase delicada e perante um futuro incerto… Há gente que conserva sua posição social fomentando a ignorância. Sabemos que na história, quando prevaleceu a ignorância, ocorreram eventos desagradáveis”.

O 11º Festival de Cinema de Roma premiará hoje a trajetória profissional de Tom Hanks, que ganhou uma seção dedicada à toda sua filmografia, composta por títulos como “Philadelphia” (1993), “Forrest Gump” (1994) ou “Náufrago” (2000).

CAIU NA REDE VIROU NOTICIAS

Petrobrás reduz preços do diesel na refinaria em 2,7%; gasolina cairá 3,2%

© Foto: Paulo Whitaker/ReutersO Grupo Executivo de Mercado e Preços da Petrobrás decidiu em sua primeira reunião reduzir o preço do diesel em 2,7% e da gasolina em 3,2% nas refinarias (média Brasil), segundo informou a estatal em nota nesta sexta-feira.

Esses preços entrarão em vigor a partir da zero hora de sábado (15), disse a Petrobrás.

“A decisão do grupo gestor levou em conta o crescente volume de importações, o que reduz a participação de mercado da Petrobras, e também a sazonalidade do mercado mundial de petróleo e derivados”, explicou a estatal.

Com os preços dos combustíveis mais baixos no exterior do que no Brasil, muitos integrantes do mercado estavam aproveitando para importar derivados e ganhar mercado da estatal no país.

Segundo a Petrobrás, o impacto do reajuste no preço final ao consumidor depende de decisões de postos de combustíveis e distribuidoras.

A assessoria de imprensa da empresa afirmou que, se o reajuste nos combustíveis for totalmente repassado para a bomba, o impacto seria de aproximadamente 0,05 real na bomba para os dois combustíveis.

NOVA POLÍTICA

Juntamente com o reajuste, a Petrobrás anunciou que sua Diretoria Executiva aprovou, na quinta-feira, a implantação de uma nova política de preços de gasolina e diesel comercializados em suas refinarias, que deverá incluir avaliações para revisão de preços pelo menos uma vez por mês.

Dessa forma, haverá um maior número de reajustes por ano e de maneira mais rápida, disse a jornalistas o presidente da Petrobrás, Pedro Parente.

Executivos da companhia afirmaram ainda que a nova política objetiva atrair parceiros para o setor, em um momento em que a empresa busca vender fatia relevante na BR Distribuidora.

A nova política a ser praticada pela companhia terá como princípios: o preço de paridade internacional (PPI), que já inclui custos como frete de navios, custos internos de transporte e taxas portuárias; uma margem para remuneração dos riscos inerentes à operação, tais como volatilidade da taxa de câmbio e dos preços, sobreestadias em portos e lucro; além de tributos.

A política também visa preservar o nível de participação no mercado e garantir que os preços nunca fiquem abaixo da paridade internacional.

Lei por dirigir sem o documento do veículo muda em novembro

Lei por dirigir sem o documento do veículo muda em novembro© Redação / Foto: iCarros Lei por dirigir sem o documento do veículo muda em novembroAlém de alterar os limites de velocidade em estradas e rodovias e os valores das multas, a lei Nº 13.281, que entra em vigor a partir do dia 1º de novembro, determina que rodar sem o documento do veículo não necessariamente renderá uma multa ao proprietário.

Leia mais:

Multas ficarão mais caras em novembro. Veja os novos valores! 

Conheça as infrações que rendem multa e como entrar com recurso 

Veja o valor e o passo a passo para renovar a CNH 

Saiba quanto custa e como fazer o licenciamento

Segundo o artigo 133, o porte do documento do veículo, o Certificado de Licenciamento Anual, “será dispensado quando, no momento da fiscalização, for possível ter acesso ao devido sistema informatizado para verificar se o veículo está licenciado”. Sendo assim, o proprietário acabaria sendo punido se, por qualquer razão, o sistema estiver fora do ar ou o fiscal que fizer a abordagem não conseguir acessá-lo. Procurado, o Ministério das Cidades não respondeu aos questionamentos sobre esse assunto até a publicação desta reportagem.

Vale lembrar que isso não isenta a obrigatoriedade de portar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) válida. Dirigir sem estar com a CNH ou o documento do veículo é infração leve, sujeita a multa de R$ 53,20 e mais três pontos na habilitação, além de o veículo ficar retido no local até a apresentação dos mesmos. Contudo, dirigir sem possuir CNH ou com o documento suspenso é infração gravíssima, com multa de R$ 191,54 e sete pontos na CNH. Os valores citados acima serão reajustados a partir de 1 de Novembro.

Batman persegue palhaço macabro em cidade da Inglaterra

O Batman de Cumbria, na Inglaterra© image/jpeg O Batman de Cumbria, na InglaterraO palhaço macabro que anda assustando moradores de Whitehaven, no Reino Unido, ganhou um novo inimigo. Além da polícia, o homem fantasiado de palhaço está na mira do Batman.

Segundo a rede BBC, o homem que se veste de Batman para deixar a cidade mais segura não pretende ser um justiceiro. Seu objetivo é passar uma sensação de segurança às crianças que estão com medo do palhaço.

A mensagem de uma criança da cidade no Facebook, endereçada ao super-herói, mostra que o trabalho de Batman parece estar surtindo efeito. “Estava com medo dessa história do palhaço (a professora nos contou sobre isso ontem). Vi no Facebook da minha mãe que você capturou o palhaço. Isso significa que eu posso ir pra escola sem medo. Obrigada”, diz a mensagem.

Uma onda de ataques de palhaços aconteceram no Reino Unido, nos Estados Unidos e em outros países nas últimas semanas. Em solo americano, foram relatados encontros com palhaços misteriosos em pelo menos seis Estados: Carolina do Norte, Carolina do Sul, Alabama, Geórgia e Kentucky.

No fim de semana, um grupo de homens na Austrália gravou o momento em que eles avistaram e espancaram uma pessoa fantasiada de palhaço na cidade de Parramatta, região metropolitana de Sydney.

Comentário de Evaristo Costa sobre palhaços sinistros chama a atenção dos espectadores do “Jornal Hoje”

ABRE01A “onda” de palhaços sinistros que está se alastrando pelo mundo, inclusive no Brasil, chamou a atenção do apresentador do Jornal Hoje Evaristo Costa: durante o programa desta quinta (13), o jornalista falou sobre a “modinha”, considerada perigosa por alguns especialistas: “Não passa absolutamente nada. É falta do que fazer“, atacou o âncora.

+ VÍDEO: cachorro finge de morto para assustar mascote que é seu melhor amigo

+ No casamento, mulher surpreende noivo com coreografia inspirada em BeyoncéA ameaça de pessoas fantasiadas como palhaços começou nos Estados Unidos mas, desde então, casos no Reino Unido, no Canadá e até no Brasil já chamaram a atenção da imprensa internacional. O comentário de Evaristo chamou a atenção dos espectadores da Rede Globo — clique aqui para assistir ao momento.

 

GIRANDO NAS NOTICIAS

Escândalo da Odebrecht pode colocar fim na carreira política de Lula, diz Le Monde

© Fournis par RFIO jornal Le Monde que chegou às bancas na tarde desta sexta-feira (14) repercute a denúncia de um possível envolvimento de Luiz Inácio Lula da Silva no escândalo da Odebrecht em Angola. De acordo com a correspondente do vespertino francês no Brasil, o caso pode representar o fim da carreira política do ex-presidente brasileiro.

O artigo começa lembrando que o ex-chefe de Estado é acusado de organização criminosa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e tráfico de influência. Le Monde também ressalta que esse é o terceiro processo contra o ex-sindicalista, “que já é réu na Lava Jato”.

O vespertino explica ainda que a denúncia de tráfico de influência para beneficiar a Odebrecht na obtenção de contratos em Angola coincide com a abertura, no mesmo dia, pelo juiz Sérgio Moro, de uma investigação sobre o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Para a correspondente, é como se o magistrado quisesse desmentir as alegações dos defensores de Lula, que denunciam um complô judicial contra o líder petista. Com isso, analisa a jornalista, “um ex-presidente, saudado por ter tirado da miséria dezenas de milhões de brasileiros, é questionado ao mesmo tempo que um dos políticos mais detestados do país”.

Lula é acusado de ter cometido atos de corrupção entre 2008 e 2010, quando ainda era presidente, e de tráfico influência entre 2011 e 2015, como ex-presidente. Outras dez pessoas foram denunciadas pelos mesmos delitos, entre eles Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empreiteira que leva seu nome – que também está envolvida no caso de corrupção na Petrobras – e Taiguara Rodrigues dos Santos, sobrinho de Lula, titular de uma empresa que o tio teria usado para lavar dinheiro.

O advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, fala de acusações “absurdas” e “sem provas”, como lembra Le Monde. Mesmo assim, analisa o vespertino, “se for condenado em segunda instância, o caso pode colocar um ponto final na carreira do ex-chefe de Estado, tornado-o inelegível para as presidenciais de 2018”.

BNDES se torna alvo de novas críticas

O artigo também reacende as suspeitas contra o BNDES, que já vinha sendo criticado por sua ação geopolítica, servindo de “braço político do Estado desde a chegada do PT ao poder”. Le Monde lembra que em Angola, “economia fervilhante, adubada pelo petróleo e governada desde 1979 por José Eduardo dos Santos, o papel do BNDES já suscitou polêmica”. A jornalista explica que a Odebrecht, presente no país africano há trinta anos, e “à vontade com o regime corrupto, é um dos principais empregadores locais”.

Se não fizermos os cortes agora, não teremos um País saudável daqui a 4, 5 anos’

© Marcos Corrêa / PREm defesa da PEC 241, que estabelece um teto global para os gastos da União, o presidente Michel Temer disse, em entrevista exclusiva à Miriam Leitão, que a proposta pode ser revista, caso a economia brasileira melhore. O presidente tentou desmontar a tese de que há cortes na saúde e na educação. Segundo ele, a medida é importante para retomar a confiança do setor privado e atrair investimentos.

Se não fizermos os cortes agora, não teremos um País saudável daqui 4, 5 anos. (…) Se não houver um certo sacrifico, não tiramos o País da crise.

“A proposta, de acordo com o presidente, permite que dentro de um teto global, o orçamento seja revisto para cada setor. “Não sei bem como será no futuro, pode tirar de outros setores, mas não vai reduzir da saúde e da educação”, garantiu.

Criticado pela proposta, Temer se prontificou em enfatizar que nenhum direito será afetado, nenhum programa social, como o Bolsa Família, o Minha Casa Minha Vida ou o de concessão de bolsas a estudantes, e que trabalha para retomar a geração de empregos.

Ainda de acordo com ele, a ideia de que o orçamento estará engessado, independentemente do crescimento do País, também é errada.

“Pergunto, não se pode revisar daqui a quatro, cinco, seis anos? De repente, o Brasil aumenta a arrecadação e pode-se modificar? Eu acho que pode. Você propõe uma nova emenda constitucional que reduz o prazo de dez anos para quatro, cinco anos. Ou seja, o país não ficará engessado em função do teto. (…) Não significa que o Congresso não possa rever essa matéria.”

Reforma previdenciária e trabalhista

À jornalista, Temer afirmou que a reforma da previdência está em negociação e que o tema será debatido com as centrais sindicais e com os líderes partidários. O presidente confidenciou ainda que se aposentou como procurador há 20 anos, mas que naquele tempo o deficit da previdência não era do tamanho que é hoje.

Quanto à trabalhista, ele disse que não desistiu da reforma. “Ocorreu um fenômeno curioso”, afirmou. A principal proposta do governo Temer era fazer com que os acordos coletivos tivessem peso maior que o da lei trabalhista, o que, segundo ele, já ocorre.

“Verificaram-se dois fatos, que o STF já acolheu uma convenção coletiva em que ultrapassa os limites legais. E, segundo ponto, editou-se uma medida provisória que permite a redução de 30% do salário para manter o emprego, desde que acordado e isso foi feito. Só desistirei dela ou outros temas se, após passar teto e prevê já não houver mais necessidade dela, se a cultura jurídica já tiver absolvido a ideia q lançamos na Ponte para o Futuro.”

Lava Jato

Temer se defendeu das menções naOperação Lava Jato. Ele negou que tenha indicado um diretor para a Petrobras e que tenha pedido contribuição para campanha. “Convenhamos que a esta altura tenho prestígio suficiente para pleitear uma contribuição para o partido sem precisar de figuras secundárias”, explicou.

Cassação pelo TSE

O presidente também se defendeu da ação que corre no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a chapa dele e da ex-presidenteDilma Rousseff, que pode levar a cassação do mandato.

“Responsabilizar o vice, como responsabiliza o presidente, é como se um sujeito atropela alguém e o condutor é condenado, mas como eu estava do lado, sou condenado também.”

LEIA TAMBÉM:

Atrás de investimentos, Temer vai à Ásia para participar de cúpula do Brics

O preço da ‘PEC do Teto’: Base de Temer cobra cargos nas estatais

Oposição aposta em rejeição popular à PEC 241 para derrubar teto de gastos

Temer e líderes mundiais

Nosso Site e de Integra Veracidade nas Informações e Noticiarios