GIRO DA NOTICIA

Quinta, 19 de Janeiro de 2017 – 17:20

Antes de tomar posse, Trump divulga slogan para buscar reeleição em 2020

por Niviane Magalhães | Estadão Conteúdo

Antes de tomar posse, Trump divulga slogan para buscar reeleição em 2020

Foto: Reprodução / Facebook
O presidente eleito nos EUA, Donald Trump, nem iniciou seu mandato como presidente e já pediu para seu advogado para registrar o slogan de sua campanha eleitoral em 2020. Trump não perdeu tempo após a eleição presidencial em 2012 para escolher seu slogan para 2016 e agora também não esperou muito tempo para escolher seu slogan para sua reeleição em 2020: “Keep America Great” ou, na tradução livre, “Mantenha a América Grande”, disse ele em uma entrevista ao Washington Post. O slogan de sua campanha presidencial no ano passado foi: “Fazer a América grande de novo”. Apesar de todo político já pensar sobre uma possível reeleição, Trump foi mais além. Ele praticamente continuou sua campanha,mesmo depois de ter terminado, realizando um “tour de agradecimento”. Antes mesmo de tomar posse, Trump já havia falado sobre sua intenção de manter um escritório de campanha aberto durante todo o seu primeiro mandato para trabalhar em sua reeleição. “Estou muito confiante de que seremos grandes, e isso vai ser incrível…eu não falaria sobre isso se eu não tivesse a certeza sobre o que vai acontecer. O país será grande”, disse o presidente eleito.
Quinta, 19 de Janeiro de 2017 – 17:08

Substituto de Zavascki assumirá relatoria da Lava Jato no STF

 

Substituto de Zavascki assumirá relatoria da Lava Jato no STF

Foto: STF
Com a morte confirmada do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki (leia aqui), quem vai assumir seu lugar na relatoria da Operação Lava Jato é o substituto dele na Corte. Há três possibilidades para escolha do magistrado que ocupará a vaga do ministro: a primeira, por indicação do presidente Michel Temer; a segunda, por escolha dos próprios colegas de toga; e a terceira, por meio de uma indicação da Segunda Turma do STF. É o que determina o artigo 38 do capítulo VII do regimento interno do STF, que traz disposições sobre licenças, substituições e convocações dos magistrados. “O Relator é substituído: […] em caso de aposentadoria, renúncia ou morte: a) pelo ministro nomeado para a sua vaga”, estabelece o documento. Teori morreu nesta quinta-feira (19), aos 68 anos, vítima de um acidente de avião que caiu próximo à Ilha Rosa, litoral de Paraty (RJ). Na queda, outras três pessoas também morreram.
Relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki morre em acidente de avião

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, 68 anos, morreu nesta quinta-feira (19) vítima de um acidente de avião. A aeronave em que estava caiu no litoral de Paraty, no Rio de Janeiro, por volta das 14h30, a cerca de 2 km da cabeceira da pista em que deveria pousar. A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que o avião de modelo Beechcraft C90GT, prefixo PR-SOM, decolou do aeroporto Campo de Marte, em São Paulo, às 13h (horário de Brasília). O acidente ocorreu próximo à Ilha Rasa e moradores da região afirmam que chovia no momento da queda. Não há informações sobre as outras vítimas. O Corpo de Bombeiros confirmou a existência de ao menos três mortos, cujos corpos ficaram presos na aeronave submersa. Um quarto passageiro teria resistido à queda, mas veio à óbito após o resgate. O filho do ministro do STF, Francisco Zavascki, confirmou em seu perfil no Facebook que o pai havia embarcado. “Infelizmente, o pai estava no avião que caiu! Por favor, rezem por um milagre”, comentou e, momentos depois, confirmou a morte do ministro. “Caros amigos, acabamos de receber a confirmação de que o pai faleceu! Muito obrigado a todos pela força!”, publicou. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) confirmou que a documentação do avião estava em dia. Cerca de 50 militares e membros do Corpo de Bombeiros se envolveram na operação de resgate, que contou com a ajuda de pescadores locais. A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, havia chegado a Belo Horizonte quando recebeu a notícia do acidente e retornou para Brasília para acompanhar as informações.
Zavascki ficou conhecido por ser relator dos processos da Operação Lava Jato. O magistrado foi nomeado para o cargo pela ex-presidente Dilma Rousseff, em 2012. Em setembro do ano passado, ele também autorizou a abertura de uma petição com trechos de delações premiadas que citam o atual presidente Michel Temer (PMDB) (lembre aqui). Diante de todo o trabalho com a operação e seus desdobramentos, Zavascki chegou a convocar um juiz a mais para ajudar a cuidar dos processos – feito inédito na Corte. Além da Lava Jato, o gabinete de Zavascki assumiu mais de sete mil processos. Antes de chegar ao STF, ele foi ministro do Superior Tribunal de Justiça, de 2003 a 2012, nomeado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele também trabalhou como advogado do Banco Central, no período de 1976 a 1989. Doutor em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o ministro foi casado com a juíza federal do Tribunal Regional da 4ª Região, Maria Helena de Castro. Ela morreu em 2013, vítima de um câncer. Zavascki leva ainda no currículo o título de conselheiro do Grêmio, time para o qual torcia há muitos anos. Além de Francisco, o ministro deixa outros dois filhos, Alexandre Prehn Zavascki e Liliana Maria Prehn Zavascki.
Inscrições do SiSu abrem na próxima terça; programa oferece 283.327 vagas

As inscrições da primeira edição do Sistema de Seleção Unificada (SiSu) começa na próxima terça-feira (24) e continua até as 23h59 do próximo dia 27. O resultado da chamada regular será divulgado no dia 30 de janeiro. O edital foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (19). São oferecidas 283.327 vagas em 131 instituições públicas de ensino superior – ano passado foram 205.514 vagas. O SiSu seleciona os candidatos de acordo com o desempenho do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cujas notas foram divulgadas nesta quarta-feira (18). Podem concorrer estudantes que fizeram qualquer uma das três edições do Enem realizadas em 2016 e que não tenham zerado a redação. O concorrente pode se inscrever em no máximo duas opções de vaga. As notas de corte vão sendo alteradas ao longo do dia e podem ser monitoradas pelo estudante. O aluno tem entre o dia 30 de janeiro e o dia 10 de fevereiro (até as 23h59) para aderir à lista de espera. O aluno que tenha sido selecionado para o curso correspondente à sua segunda opção na chamada regular não pode entrar na lista. Também foram divulgadas as datas do Programa Universidade para Todos (ProUni) e do Financiamento Estudantil (Fies), que também utilizam as notas do Enem para a seleção. O ProUni receberá inscrições do dia 30 de janeiro a 2 de fevereiro, e o Fies, do dia 6 ao dia 9 de fevereiro.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s