LEILÃO DE AEROPORT

Santos Dumont vai a leilão no próximo ano

Governo espera arrecadar R$ 2 bi com a concessão do aeroport

31/07/2017 4:30 / atualizado 

Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro -Agência O Globo

BRASÍLIA – O governo federal espera arrecadar R$ 2 bilhões com a concessão do Santos Dumont, no Rio de Janeiro, à iniciativa privada. O terminal será incluído na próxima rodada de leilões de aeroportos, segundo uma fonte do governo. A ideia é anunciar o processo no mês que vem e licitar o aeroporto até junho de 2018. Falta, agora, decidir se ele será oferecido sozinho ou num pacote com outros aeroportos, como será feito com os de Recife (PE) e de Cuiabá (MT), sem participação da Infraero.

Com movimento de 9 milhões de passageiros em 2016, o Santos Dumont é o segundo ativo mais valioso da Infraero, depois de Congonhas, em São Paulo, que registrou 20,81 milhões de passageiros no ano passado. Por isso, a concessão do aeroporto paulistano ficaria para outro momento, já que arrecadaria o dobro do valor do terminal do Rio, ou R$ 4 bilhões, segundo uma fonte do governo. Esses recursos seriam suficientes para cobrir todos os investimentos e as despesas que o governo teria caso resolvesse posteriormente acabar com a Infraero. Os funcionários da estatal, contudo, têm estabilidade no emprego até 2021.

A decisão de conceder o Santos Dumont à iniciativa privada foi tomada em reunião realizada na última sexta-feira entre os ministros Moreira Franco, da secretaria-geral da Presidência, Maurício Quintella, dos Transportes, e Eliseu Padilha, da Casa Civil. Mas o governo só vai bater o martelo sobre conceder o aeroporto carioca sozinho ou num lote de terminais em reunião marcada para a próxima segunda-feira.

No primeiro lote da próxima rodada de leilões, sairão os aeroportos de Cuiabá e de Recife. Quem arrematar o primeiro, levará também um bloco de outros aeroportos na região: Campo Grande, Barra do Garças, Alta Floresta, Sinop e Rondonópolis. Já o vencedor do leilão do terminal pernambucano ficará com outros aeroportos operados pela Infraero no Nordeste.

VIRACOPOS PODE SER INCLUÍDO

Viracopos, em Campinas, também pode entrar na próxima rodada de leilões. O Aeroportos Brasil Viracopos (ABV) — consórcio responsável pelo aeroporto e que tem a Triunfo, em recuperação extrajudicial, e a UTC, em recuperação judicial, entre os sócios privados — decidiu devolver o terminal ao governo na última sexta-feira.

Leiloado em 2012, Viracopos recebeu R$ 3 bilhões em investimento dos R$ 9 bilhões previstos em 30 anos de concessão. Pela lei, a concessionária deve ser indenizada pelos aportes antecipados. O valor dessa indenização é um entrave à entrada do aeroporto no próximo leilão. O governo pretende definir nesta semana o valor a que a ABV terá direito. Se conseguir, o terminal deve ser incluído no próximo leilão.

A Infraero teve prejuízo acumulado de R$ 7,6 bilhões de 2013 a 2016. Para este ano, a estimativa é de perda de R$ 751,7 milhões, segundo dados da estatal. Com 10,8 mil funcionários, ela administra mais de 50 aeroportos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s