Arquivo da categoria: A CANETA ESCREVEU NÃO LEU A COMEU

A CANETA ESCREVEU NÃO LEU A COMEU

Sergio Moro manda soltar Cândido Vaccarezza

O ex-deputado federal ex-petista Cândido Vaccarezza – 22/08/2017: O ex-deputado federal Cândido Vaccarezza deixa a sede da Polícia Federal em Curitiba, onde ele estava preso desde a última sexta-feira O ex-deputado federal Cândido Vaccarezza deixa a sede da Polícia Federal em Curitiba, onde ele estava preso desde a última sexta-feiraO juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em Curitiba, determinou nesta terça-feira que o ex-deputado federal Cândido Vaccarezza seja solto. Ex-líder dos governos Lula e Dilma Rousseff na Câmara, Vaccarezza foi preso na última sexta-feira na 44ª fase da Lava Jato, batizada de Abate, suspeito de ter recebido 478.687 reais em propina ao influenciar a contratação, pela Petrobras, da empresa norte-americana Sargeant Marine, fornecedora de asfalto a obras da estatal. Vaccareza já deixou a carceragem da Polícia Federal na capital paranaense, onde ele estava detido.

O magistrado ponderou que o ex-petista apresentou provas de que havia marcado para ontem uma “biópsia de próstata diante da constatação de uma alteração na glândula” e que, portanto, seria “mais adequado” aplicar a ele medidas alternativas à prisão preventiva. Ao pedir que a prisão temporária de Vaccarezza fosse transformada em prisão preventiva, o Ministério Público Federal não contestou a veracidade do documento apresentado pelos advogados do ex-deputado e sequer se manifestou a respeito do exame agendado por ele, o que favoreceu o argumento da defesa.

Além de uma fiança de 1,5 milhão de reais, correspondente ao valor supostamente recebido em propina, a ser paga em até dez dias, Moro proibiu Cândido Vaccarezza de deixar o país, exercer cargo ou função pública, manter contato com outros investigados e mudar de endereço sem autorização da Justiça. O ex-deputado também é obrigado a entregar seu passaporte em até 48 horas e a comparecer a todos os atos do processo.

Na decisão em que liberou Vaccarezza, contudo, o magistrado afirmou que há provas de que o ex-deputado utilizou seu poder para direcionar a contratação e que ele pode ter participado de outros crimes, “aparentemente tendo posto seu mandato eletivo à venda para intermediar contratos com a Petrobras ou com outras entidades da Administração Pública direta ou indireta”.

Sergio Moro também indicou que o fato de a Polícia Federal ter encontrado 122.000 reais na casa de Cândido Vaccarezza “não lhe favorece”, porque a posse de grandes quantias em dinheiro, embora não seja crime, é um indicativo de envolvimento em delitos. “É comum, na atividade criminal, a realização de transações vultosas em espécie, a fim de evitar rastreamento”, afirma Moro.

Além do ex-líder do governo na Câmara, o juiz da Lava Jato também determinou a soltura do ex-gerente de marketing da Petrobras Márcio Aché e aplicou a ele as mesmas medidas alternativas decretadas a Vaccarezza. A fiança a ser paga por Aché é de 371.496,00 reais.

Anúncios

Nosso Site e de Integra Veracidade nas Informações e Noticiarios

JORNAL ELETRÔNICO DIGITAL WORD BRASIL

Nosso Site e de Integra Veracidade nas Informações e Noticiarios

HeideBlog

Random observations about writing, photography, travel, and life

The Gloria Sirens

Leap Out of the Deep and Sing

tressiemc

some of us are brave

Idiot Joy Showland

This is why I hate intellectuals

The Insatiable Traveler

Embrace Adventure. World Travel | Award-winning Photography| Inspiration | Tips

BREVITY's Nonfiction Blog

(Somewhat) Daily News from the World of Literary Nonfiction

Observer

People and Trends

Bespoke Traveler

Immersive Tales for the Curious Traveler

Wandering Gaia

Dispatches from the Anthropocene

The Trailhead

Life and death and sleeping on the ground

Points: The Blog of the Alcohol & Drugs History Society

short and insightful writing about a long and complex history

Sesquiotica

Words, words, words

One Small Sentence

one line, a life

developing dad

fatherhood, family, life and love.

Vanessa Mártir's Blog

Digging into memory

gww

The George Washington Wilson Centre for Visual Culture, University of Aberdeen